Sudene vai investir R$6 milhões para apoiar projetos de startups

Superintendente da Sudene, general Araújo Lima, e o presidente da Fapeal, Fábio Guedes Gomes, foram os signatários do acordo de cooperação (Foto: Agnelo Câmara/ Sudene))

A Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste vai investir R$ 6 milhões para apoiar projetos de startups voltados à área de pesquisa, desenvolvimento e inovação e associados ao desenvolvimento regional. A ação inédita foi anunciada   quinta-feira (13) durante a assinatura de um acordo de cooperação com a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Alagoas (Fapeal). A ideia é que a Sudene apoie 11 startups em cada um dos estados da área de atuação da autarquia.

Os projetos serão escolhidos de forma adicional ao portfólio de iniciativas já inscritas no Programa Centelha II, do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) e a Financiadora de Estudos e Projetos (Finep). A Sudene irá participar financeiramente, na forma de subvenção econômica, diretamente nos projetos selecionados pelas entidades de amparo à pesquisa inscritas pela Finep no Programa Centelha II. Os recursos custodiados no Banco do Nordeste do Brasil (BNB) serão repassados por meio de termo de outorga diretamente às empresas de pesquisa, desenvolvimento e inovação selecionadas.

As startups interessadas em participar do processo devem consultar os editais abertos em cada um dos estados através das suas respectivas instituições de amparo à pesquisa e desenvolvimento.

A celebração da parceria com a Fapeal consolida a estratégia da Sudene de promover a competitividade das diferentes atividades produtivas regionais através do estímulo à inovação. A autarquia planeja criar um ecossistema mais consistente de geração de produtos e serviços que consigam disseminar a cultura empreendedora e melhorar as estruturas econômica e social da região.

Além de ressaltar o ineditismo da ação da Sudene, o superintendente da autarquia, general Araújo Lima, destacou o esforço da instituição em mobilizar parceiros para viabilizar projetos. “O projeto não é só da Sudene, mas de todos que estão aqui. Temos a capacidade de colocar na mesa interlocutores que, sem a nossa participação, talvez não se encontrassem”.

Fomentar a inovação é uma das premissas do Plano Regional de Desenvolvimento do Nordeste (PRDNE), proposto pela Sudene e que se encontra em tramitação na Câmara Federal através do projeto de lei 6163/2019. A proposta reúne um conjunto de programas e ações articulados pela Sudene em parceria com os governos estaduais e instituições de fomento ao desenvolvimento regional para estimular a atração de projetos, a diversidade das atividades produtivas e a melhoria dos indicadores sociais da área de atuação da autarquia.

Orçamento inédito

A liberação dos recursos próprios para custeio de projetos em pesquisa e desenvolvimento é uma conquista histórica da Sudene, ocorrida no ano passado. Os valores correspondem à parcela de um 1,5% do montante do produto de retorno das operações de financiamentos concedidos com recursos do FDNE. A Sudene conta com aproximadamente R$ 35 milhões em recursos.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

cinco × 5 =