Desenbahia expande atendimento para oferta do crédito emergencial

As concessões de financiamento emergencial permitem parcelamento em até 48 meses (Fotos: Camila Souza/GOVBA)

Após iniciar, em 14 de dezembro, as reuniões com gestores públicos e as visitas aos empreendimentos afetados pelas chuvas no extremo sul da Bahia – nos municípios de Medeiros Neto e Jucuruçu -, a Agência de Fomento do Estado da Bahia (Desenbahia), em conjunto com a Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), começou a expansão de atendimento com o crédito emergencial aos empreendedores nos municípios baianos em situação de emergência, reconhecida por decreto, devido às fortes chuvas.

Termos de cooperação técnica foram encaminhados aos municípios, que deverão indicar servidores que irão atuar nas ações dessa operação emergencial. Para capacitar os agentes públicos municipais envolvidos, a Desenbahia e a Setre iniciaram um treinamento sobre os trâmites de operacionalização, para que a linha de crédito emergencial seja disponibilizada a quem precisa com a maior celeridade possível.

Outra providência para a expansão dos atendimentos, adotada por determinação do governador Rui Costa, foi a instalação de um posto avançado na cidade de Itabuna, no SAC do Shopping Jequitibá, no dia 29 de dezembro de 2021, numa parceria entre Desenbahia, Setre e prefeitura municipal, para ofertar o crédito emergencial.

Mais três postos avançados de atendimento iniciarão as atividades nesta quarta-feira (5), nos municípios de Santa Inês, Ipiaú e Itapetinga. Em Santa Inês, o posto funcionará no Credibahia, Sala do Empreendedor, na Praça Luiz Teófilo. Em Ipiaú, o atendimento estará disponível no SAC, na praça Ruy Barbosa, centro. Em Itapetinga, os empreendedores podem buscar atendimento também no SAC, na Avenida Presidente Kennedy.

Desde o lançamento da linha de crédito, procedimentos específicos foram adotados pela Desenbahia. Cerca de 430 empreendedores comprovadamente atingidos pelas chuvas manifestaram interesse pelo crédito disponibilizado pelo Governo do Estado, por meio das ações conjuntas entre Desenbahia, Setre e respectivas prefeituras. No dia 23 de dezembro, ocorreram as primeiras liberações dos recursos.

Após as verificações e avaliação simplificada de crédito, os contratos são elaborados e enviados para assinatura dos mutuários, que iniciarão o ano com condições de reconstruir suas atividades.

Financiamentos

As concessões de financiamento da Desenbahia permitem parcelamento em até 48 meses, incluindo carência de até 12 meses para pagamento da primeira parcela, sem juros para financiamentos de até R$ 150 mil. O objetivo é reduzir os impactos advindos das fortes chuvas e apoiar os empreendedores com o crédito autorizado pela Lei Nº 14.390/2021.

Além de intenso trabalho local nos municípios atendidos, uma força-tarefa da Desenbahia, em Salvador, continua implementando melhorias no redimensionamento dos sistemas, verificação de cadastros, confecção de contratos e demais procedimentos, visando agilizar a liberação do crédito para os empreendedores prejudicados pelas chuvas.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

19 + 6 =