Um novo golpe se espalha pelo país: usuários do Instagram estão em perigo

Há uma nova modalidade de crime virtual que atinge os usuários brasileiros e que já fez várias vítimas, principalmente na temporada de fim de ano, onde o volume de compras é maior em comparação a outros períodos.

Com feriados como Black Friday, Natal e outras liquidações depois destas datas e da virada de ano, o volume de vendas fica muito mais expressivo e golpes envolvendo compra e venda também aumentam.

O novo golpe é baseado em falsos anúncios de produtos, usando os perfis das vítimas, principalmente por pagamentos via Pix ou até mesmo criptomoedas.

Como o golpe é aplicado

Golpes como falsas ligações onde criminosos se passam por pessoas conhecidas pela vítima já são bastante conhecidos. Mensagens falsas em aplicativos como WhatsApp também são recorrentes, tanto no envio de solicitações de dinheiro quanto contas clonadas.

Entretanto, os golpistas sempre aprimoram seus métodos e há uma constante mudança nas ameaças que podem atingir um número cada vez maior de usuários.

O golpe mais recente é praticado de forma bastante invasiva e direta. Primeiro, os criminosos invadem perfis do Instagram (através de links infectados, para praticar phishing) e, passando-se pela vítima, fazem publicações nos stories do perfil invadido, anunciando produtos para a venda (geralmente, celulares) a preços bem abaixo dos valores de mercado.

Pessoas próximas que mostram interesse em adquirir o produto entram em contato com os golpistas, que passam contas específicas de Pix para receber os valores solicitados.

Preocupações com segurança digital

O novo golpe pode ser interpretado como uma continuação e desdobramento de outras ameaças já existentes contra redes sociais como o Instagram. Não é o primeiro tipo de ataque do gênero e, com certeza, não será o último.

Os usuários precisam redobrar a atenção para este tipo de ameaça, melhorar a integridade das contas e proteger mais seus dados pessoais.

Em geral, a maior parte dos golpes conta essencialmente com o descuido e a desinformação das vítimas, o que potencializa as chances de ataques e permite usar vulnerabilidades criadas pelas próprias vítimas.

Há inúmeros golpes virtuais e é essencial ter atenção e cuidado com contas e perfis pessoais. Usar bons recursos de segurança diminui estas vulnerabilidades e riscos. Recursos como um bom antivírus, firewall e um aplicativo de VPN confiável e robusto, tais quais as opções de VPN no Mac, ajudam a criar ambientes mais protegidos.

Posicionamento do Instagram

Em relação ao novo tipo de golpe, o Instagram se posicionou através de uma nota oficial reforçando a presença de mecanismos de segurança dentro da plataforma e a necessidade de os usuários adotarem práticas mais cuidadosas para evitar este e outros tipos de ataques:

“O Instagram disponibiliza recursos de segurança para ajudar a proteger os usuários de invasão de contas, como ‘autenticação de dois fatores’ e ‘atividade de login’, além de diferentes caminhos para a recuperação, disponíveis na Central de Ajuda. Recomendamos ainda que as pessoas desconfiem de publicações na internet que ofereçam serviços e bens por um valor abaixo do preço de mercado e pedimos que denunciem através do aplicativo publicações e contas que considerarem suspeitas”.

Dicas essenciais para evitar golpes

Assim como nenhum sistema de segurança é perfeito, nenhum tipo de crime também é, e isto vale também para os golpes virtuais. Felizmente, há algumas medidas que você pode adotar e que reduzem significativamente as chances de ter sua conta do Instagram hackeada:

  • Crie senhas fortes: criar uma senha forte, sem combinações óbvias, é fundamental. E jamais compartilhar suas senhas pessoais é ainda mais importante.
  • Habilite a autenticação de dois fatores: habilitar a autenticação de dois fatores cria uma camada adicional de proteção para o login nas suas contas.
  • Mantenha ferramentas de segurança: deixe o firewall sempre ativo e um bom antivírus sempre preparado para te proteger.Use uma boa VPN: usar um bom programa de VPN ajuda a melhorar ainda mais sua segurança, criando uma camada de criptografia que deixa sua conexão menos vulnerável e mais privativa.
  • Não clique em links suspeitos: não clique em links estranhos recebidos através de mensagens por SMS, aplicativos de chat (como WhatsApp), e-mails ou mensagens nas redes sociais, são usados pelos criminosos para te direcionar a uma página estranha na qual você insere seus dados de acesso que são roubados pelos criminosos.
  • Não baixe arquivos duvidosos: da mesma forma que você deve ter cuidado com links de procedência suspeita, jamais faça downloads sem ter certeza da procedência do arquivo. Golpistas enviam mensagens, e-mails e até SMS com conteúdo nocivo que, ao ser baixado, abre brechas para facilitar ataques.
  • Duvide de ofertas que são boas demais: criminosos apelam para o desespero, a ganância ou ansiedade das vítimas. Se uma oferta parece boa demais para ser verdade, provavelmente é uma mentira mesmo

Sua melhor proteção são suas próprias ações. Cuide bem das suas informações pessoais e credenciais das contas e perfis para evitar dores de cabeça. E, na dúvida, pesquise bem para evitar golpes, eles sempre (ou quase sempre) são documentados e noticiados.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

vinte − dezessete =