O Terminal de Regaseificação de GNL da Bahia consiste em um píer tipo ilha com todas as facilidades necessárias para atracação e amarração de um navio FSRU (Foto: Agência Petrobras)

A Petrobras transferiu, neste sábado (4/12), a operação do Terminal de Regaseificação de Gás Natural Liquefeito da Bahia (TR-BA) para a empresa Excelerate Energy Comercializadora de Gás Natural, vencedora da licitação para arrendamento do ativo. A assinatura do Termo de Recebimento previsto em contrato foi realizada após a aprovação da operação pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

Com o apoio da Petrobras, a Excelerate obteve as licenças e autorizações necessárias, cumprindo também as condições precedentes existentes no contrato de arrendamento para a operação do terminal. O navio regaseificador já se encontra posicionado no TR-BA e, com a transferência da operação, a Excelerate tem a possibilidade de disponibilizar gás natural ao mercado.

A iniciativa estava prevista no Termo de Compromisso de Cessação firmado com o Cade para construção de um ambiente favorável à entrada de novos investidores no setor.

A atracação do navio da Excelerate permitirá também a transferência do navio regaseificador Golar Winter, a serviço da Petrobras, para o terminal de regaseificação de GNL de Pecém, localizado no Ceará, ficando aptos a operar os três terminais conectados à malha integrada de transporte de gás natural do país (Baía de Guanabara, Pecém e Bahia).

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

dois × três =