O Governo Federal, por meio do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), vai liberar R$ 5.801.695,10 milhões para reparar os impactos causados pelas fortes chuvas que têm ocorrido desde o fim de novembro em diversos municípios na Bahia.

Além de ter reconhecido a situação de emergência em 17 cidades do sul do estado, a Pasta já assinou liberação de R$ 2.197.371,10 milhões para a cidade de Eunápolis, R$ 1.862.600 milhão para Itamarajuru, R$ 543.725 mil para Jucuruçu, R$ R$ 433.954 mil para Ibicuí, R$260.160,00 para Ruy Barbosa, e R$ 503.885,00 para Maragogipe. As portarias serão publicadas nesta segunda-feira (13) no Diário Oficial da União. Outros R$ 51,4 mil foram liberados453 para execução de ações de resposta em Itaberaba em decorrência das inundações.

O Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres (CENAD/SEDEC) tem operado em alerta máximo – vermelho -, com servidores mobilizados para articular com os órgãos do Sistema Federal de Proteção e Defesa Civil o desenvolvimento de atividades conjuntas, visando o atendimento imediato à população afetada.

Força-tarefa

Equipes da Defesa Civil Nacional seguem no estado desde o dia 29 de novembro, ajudando a elaborar os pedidos de recursos com mais agilidade.

O secretário Nacional de Proteção e Defesa Civil do MDR, coronel Alexandre Lucas, explica a importância do reconhecimento da situação de emergência para os municípios. “O decreto de situação de emergência facilita os municípios a agilizar os processos administrativos e permite acessar os recursos do Governo Federal”.

O MDR tem procurado dar celeridade a esse processo, com reconhecimentos de situação de emergência de forma sumária. Isso ocorre em casos de desastres de grandes proporções, levando em conta informações de monitoramento, danos registrados no município e decreto de emergência ou de calamidade do estado ou do município.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

17 − cinco =