Prefeito Bruno Reis ao lados dos ministros do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, e da Cidadania, João Roma (Foto: Valter Pontes/Secom)

A Prefeitura vai dar início às obras do Trecho 2 do BRT Salvador, e o primeiro ponto das intervenções será entre as avenidas Lucaia, Garibaldi e Vasco da Gama. A autorização para a ação foi assinada em cerimônia ocorrida nesta sexta-feira (10), no Parque da Cidade, no Itaigara, com as presenças do prefeito Bruno Reis e dos ministros do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, e da Cidadania, João Roma, dentre outras autoridades.

A programação inicial envolve a execução de dois elevados, macrodrenagem do canal do Lucaia e do canal do Camarajipe, sistema viário em pavimento flexível (asfalto) no entorno do viaduto da Garibaldi e na Rua Lucaia, incluindo trecho da Avenida Waldemar Falcão, que conta ainda com a contenção com cortina atirantada.

“Toda a obra do BRT soma cerca de R$600 milhões. Já temos a primeira etapa concluída, a terceira em plena execução e esta que está sendo autorizada hoje, de todo o Trecho 2, que vai concluir todo o complexo do sistema. Essa obra se destaca pelos elevados no cruzamento das avenidas Vasco da Gama e Garibaldi, eliminando totalmente os engarrafamentos crônicos desta região”, afirmou o prefeito Bruno Reis.

Com previsão de entrega para o final de 2023, a intervenção em todo o Trecho 2, da Lapa ao Parque da Cidade, abrange 7 quilômetros e tem investimento de R$203 milhões, oriundos de financiamento da Caixa Econômica Federal (CPAC), Orçamento Geral da União e recursos próprios da Prefeitura, com obras executadas pelo Consórcio Engetec/PCE.

O ministro Rogério Marinho ressaltou a importância das ações para a infraestrutura da cidade. “Esse trabalho demonstra o conhecimento dos gestores acerca de sua cidade. O Brasil possui diversas nuances, e o trabalho do governo federal em breve será sentido por toda a população, a partir de tratativas que aumentam o número de ações e benefícios para solucionar os principais problemas da sociedade”.

Avanço

O titular da Semob, Fabrizzio Muller, falou sobre o avanço das obras e a previsão de início das operações do sistema em Salvador. “O Trecho 1 possui toda a parte viária concluída, aguardando a finalização do Trecho 3, que tem previsão de ficar pronta até o final do terceiro trimestre de 2022, com o início das linhas circulares. Elas trarão mais eficiência e conforto para o transporte público, garantindo benefícios para a fazer com que as pessoas repensem, inclusive, o uso contínuo do veículo individual na cidade do Salvador, que já não comporta a quantidade atual de carros”.

O gestor ainda complementou que o BRT é um sistema eficiente, rápido e sustentável, com 30% da frota formada por veículos elétricos. “Então, vemos aí uma nova perspectiva para o transporte público da cidade”, pontuou.

Benefícios

De imediato, as intervenções proporcionarão benefícios como o fim do cruzamento da Garibaldi com a Vasco da Gama. Além disso, o sistema viário vai atender o aumento de demanda que resulta do funcionamento do Hospital Mater Dei, com previsão de inauguração para fevereiro de 2022. Em relação à mobilidade, a nova estrutura proporcionará o fim dos alagamentos, a partir do complemento da macrodrenagem realizada no Trecho 1.

“Este é o novo centro comercial da cidade, com novos empreendimentos habitacionais e comerciais, onde, diariamente, transita 70% dos transportes públicos, além de 40% dos veículos que circulam pela cidade. Esta obra resolve, de uma só vez, três problemas: mobilidade, transporte público e um passivo histórico de infraestrutura da região que, em dias de chuva, possuía alagamentos que prejudicavam bastante o trânsito”, destacou Bruno Reis.

Os principais marcos dessa obra são os dois elevados a serem construídos no cruzamento da Vasco da Gama, o que resultará na retirada das sinaleiras e um trânsito livre até a Avenida Luís Viana Filho (Paralela). Também será realizada a macrodrenagem do canal do local em Camarajipe, que dará prosseguimento às ações de contenção do canal e aumento da vazão. Haverá, ainda, ampliação das vias, em um itinerário que não é atendido pelo sistema metroviário.

Saneamento

Além da segunda etapa do BRT, o prefeito e os ministros assinaram ainda a portaria Avançar Cidades: Saneamento, que garante R$471 milhões para oito municípios baianos, dentre eles Salvador, sendo R$22,8 milhões para continuidade de obras de saneamento básico do Canal Mangabeira, com obras de arte, vias marginais, melhoria no sistema de abastecimento de água e ampliação do sistema de esgoto na capital baiana.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

três + 4 =