A PetroReconcavo, operadora independente de petróleo e gás e uma das líderes em sua área de atuação no Brasil, venceu a chamada pública para suprimento de gás natural da Companhia Paraibana de Gás (PBGás), que passará a adquirir o insumo da operadora a partir de janeiro de 2022.

O contrato, a ser celebrado na primeira semana de novembro, terá duração de dois anos com fornecimento de 50 mil m3/dia de gás natural, em 2022, e 150 mil m3/dia, em 2023. O insumo fornecido será produzido nas 32 concessões operadas pela subsidiária da PetroReconcavo, a Potiguar E&P, do Rio Grande do Norte.

Segundo o CEO da PetroReconcavo e Potiguar E&P, Marcelo Magalhães, a empresa continuará firme em seu propósito de se tornar uma das principais fornecedoras do insumo na Região Nordeste.

“Nós buscamos sempre nos posicionar para capturar as melhores oportunidades geradas nesse novo mercado e participamos de forma ativa das chamadas públicas. Mais adiante, esperamos avançar com o fornecimento para consumidores industriais dentro do mercado livre. Estamos confiantes em nosso plano de desenvolvimento e de expansão que está em linha com o objetivo macro de liderar a transformação do mercado de óleo e gás onshore no Brasil. Os benefícios serão imensos para a indústria e para o país”, afirma.

Início

O início do fornecimento está vinculado à conclusão de negociações em andamento com a Petrobras para o acesso às infraestruturas de escoamento e processamento da Unidade de Processamento de Gás Natural (UGPN) Guamaré.

Recentemente, a PetroReconcavo assinou um contrato de dois anos com a Companhia Potiguar de Gás (Potigás), distribuidora do Rio Grande do Norte, para entrega de 236 mil m³/dia de gás natural a partir de 1º de janeiro de 2022. A Companhia conta também com um memorando de entendimento em que todo gás natural produzido e processado no Polo Miranga será comercializado pela Bahiagás.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

dez − oito =