Novo complexo de saúde ampliará serviços da Apae na capital baiana

Durante o evento, o prefeito destacou a importância da instituição (Foto: Bruno Concha/Secom)

Salvador passa a ter um novo complexo de saúde, instalado pela Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), que ampliará em 30% a capacidade de atendimento às pessoas com deficiência na capital baiana. A estrutura, situada na Rua Espírito Santo, na Pituba, foi entregue nesta quinta-feira (7), em cerimônia que contou com as presenças do prefeito Bruno Reis, da vice-prefeita Ana Paula Matos e do presidente da Apae, Derval Evangelista, dentre outros gestores.

Durante o evento, o prefeito destacou a importância da instituição, parceira da Prefeitura em projetos como o Centro Especializado de Reabilitação (CER), no suporte às pessoas com deficiência na capital baiana. “Não há presente melhor que este para a cidade, na comemoração dos 53 anos desta instituição, que é referência para pessoas com deficiência na Bahia. Muito melhor que o poder público prestar um serviço desta magnitude é construir parceria, dar apoio e condições a quem pode oferecer um serviço de qualidade. É o amor destas instituições que faz a grande diferença”, afirmou Bruno Reis.

Para o chefe do Executivo municipal, apesar dos desafios no campo econômico, esta parceria é uma prioridade e ajudará o município a enfrentar desafios, zerando filas na saúde. “Faço qualquer tipo de parceria que seja boa para a cidade e as pessoas. Salvar vidas sempre foi a prioridade desta gestão, desde o primeiro dia. E, como levamos o CER para Coutos, iremos também, em parceria com a Apae, implantar o CER Cajazeiras”.

De acordo com o secretário da Saúde (SMS), Léo Prates, o município aporta, anualmente desde 2019, cerca de R$23 milhões em contratos com a Apae, para diversos serviços. “São mais de 150 mil procedimentos contratados, especialmente exames laboratoriais. Este complexo vai ajudar na demanda reprimida provocada pela Covid-19 e que está sobrecarregando o sistema de saúde. O poder público não tem condição de fazer tudo sozinho e a sua extensão, através da Apae, se dá por meio de todos os serviços que são ofertados gratuitamente à população. A Apae Salvador é referência em doenças raras e a entidade faz um belíssimo trabalho neste setor”, declarou.

“É mais um grande marco para a história da Apae na Bahia. Conseguimos dar mais esse passo, que vai consolidar a Apae Salvador ainda mais como uma instituição de excelência em Saúde, trazendo o que há de mais moderno em equipamentos e profissionais altamente qualificados, além de dimensionar o alcance do seu trabalho social”, afirmou o presidente da Apae Salvador, Derval Evangelista.

Estrutura

O complexo possui área construída de 4 mil m² e conta com um corpo profissional de mais de 50 profissionais de saúde, entre médicos e terapeutas de diversas especialidades. Entre os serviços oferecidos estão, para o público infantil, endocrinologia, gastroenterologia, neurologia, nutricionista, ortopedia, pediatria, além de urologia adulto e otorrinolaringologia.

O complexo também disponibiliza exames e atendimentos de audiometria, eletroencefalograma, eletroneuromiografia, potencial evocado auditivo – bera, ultrassonografia geral sem doppler, emissões otoacústicas – infantil, teste da linguinha- infantil, densitometria e aplicação de toxina botulínica adulto.

A nova unidade conta ainda com uma unidade do Laboratório de Análises Clínicas (Labac), que oferece atendimento pelo Sistema Único de Saúde (SUS), além de atender via convênios e particular. Reconhecido pelo serviço de excelência, o Labac se transformou em uma unidade de pesquisa e educação científica, onde é possível realizar, além dos exames mais comuns de laboratório, exames ocupacionais e serviços especializados de análise patológica e genética.

De acordo com a superintendente executiva da Apae, Ângela Ventura, este dia é de extrema importância e significado. “Foram muitos os desafios para entregarmos esse complexo que chega para agregar à sociedade diversos serviços de ponta. Nestes 53 anos contribuímos com ações efetivas para a qualidade de vida e a defesa de direito e inclusão das pessoas com deficiência”.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

10 − 8 =