Entidades do Estado integraram campanha que destinou cerca de 180 mil toneladas de mantimentos para 30 cidades do País

A SLC Agrícola, por meio do Instituto SLC, realizou, entre os meses de julho e setembro, uma campanha nacional de doação de alimentos nos Estados em que estão as sedes das fazendas da SLC Agrícola e de sua Matriz, em Porto Alegre (RS). A Bahia recebeu cerca de R$ 240 mil.

Do aporte, R$ 190 mil foram investidos em mais de 2 mil cestas básicas para famílias que vivem em situação de vulnerabilidade social das cidades de Barreiras, Correntina, Formosa do Rio Preto, Jaborandi e São Desiderio, onde estão as fazendas da SLC Agrícola. A Associação de Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba), que atende municípios do Oeste do Estado, foi escolhida para receber R$ 50 mil, que foram convertidos em 435 cestas básicas.

Para Eduardo Logemann, presidente do Grupo SLC, a campanha atingiu o seu principal objetivo: colaborar com as comunidades do entorno das operações da companhia. “É importante apoiar e auxiliar a população em situação de vulnerabilidade social que estão à nossa volta e trabalhar para diminuir as desigualdades. A luta contra a fome continua e o intuito é estimular novas doações”, explica.

Mais de R$ 1 milhão em doações

A iniciativa nacional beneficiou associações, entidades e famílias de mais de 30 municípios, localizados em oito estados brasileiros, com cestas básicas. O montante disponibilizado foi de R$ 1 milhão, que resultou em 180 toneladas de alimentos.

Os recursos foram divididos em três frentes: entrega de cestas básicas pelos Grupos de Apoio Socioambientais (GAS) de cada fazenda da SLC Agrícola (R$ 640 mil), doação direta de recursos a instituições sociais (R$ 103 mil) e campanha de arrecadação junto aos mais de 3 mil colaboradores da empresa, em parceria com o Banco de Alimentos do Rio Grande do Sul (cerca de R$ 237 mil).

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

catorze + 19 =