O “coração” do Fiat Pulse vai bater mais rápido e mais forte que qualquer outro do seu segmento no mercado brasileiro. É isso o que apontam os números de performance do mais novo motor da Stellantis que estreia no novíssimo SUV da marca.

Com o objetivo de expandir o conceito de downsizing em sua gama de produtos com um propulsor de última geração, que entrega performance sem abrir mão da eficiência, a Fiat trouxe para o seu primeiro SUV desenvolvido e produzido no país o motor Turbo 200 Flex, que gera 130 cv de potência máxima abastecido com etanol (125 cv com gasolina), sendo o motor 1.0 turbo mais potente de sua categoria no Brasil. A performance superior se estende também para o torque máximo, que atinge 20,4 kgfm a 1.750 rpm tanto com etanol quanto com gasolina.

Esses números são possíveis graças a itens como o uso do turbocompressor com wastegate eletrônica, da injeção direta de combustível e do exclusivo sistema MultiAir III, que possibilita um controle mais flexível e eficiente das válvulas de admissão. As tecnologias são as mesmas do premiado motor Turbo 270 Flex, que equipa a Nova Fiat Toro.

Outro ponto de destaque do novo Turbo 200 Flex diz respeito à aceleração. A maior potência e torque aliados a uma estrutura robusta, porém leve, arranca o SUV de 0 a 100 km/h em 9,4 segundos, o que representa o menor tempo comparado aos seus principais concorrentes.

A performance eficiente do novo motor traz ainda outros atributos ao seu desempenho. Aliado ao câmbio automático CVT de sete marchas, o propulsor Turbo 200 Flex entrega também o melhor consumo de combustível entre seus concorrentes com transmissão automática: 12 km/l na cidade e 14,6 km/l na estrada quando abastecido com gasolina.

A transmissão automática CVT possui três modos de funcionamento. No modo Automático o conjunto se ajusta conforme o modo de condução do motorista, e alia performance sem comprometer a eficiência e conforto. O modo Manual é voltado para quem gosta de estar sempre no controle e permite as trocas sequenciais por meio da alavanca de câmbio ou nas borboletas atrás do volante.

Por fim, o modo Sport leva ainda mais diversão na condução do Fiat Pulse. Ele atua na direção, no controle de estabilidade, no mapeamento do acelerador e altera o tempo de resposta e de troca de marchas, aproveitando ainda mais a potência máxima do Turbo 200 Flex. Tudo para uma tocada mais esportiva e dinâmica.

O novo câmbio automático foi projetado com um óleo lubrificante for life, ou seja, que não exige troca ao longo de toda a vida útil do veículo. Isso aumenta a durabilidade e reduz o custo de manutenção.

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

5 + 4 =