Banco Inter amplia presença no mercado de capitais

Com o apoio de parcerias importantes, o Inter se consolida no terceiro trimestre como coordenador de ofertas públicas no mercado de capitais. Nos três últimos meses, foram emitidos e liquidados R$ 4 bilhões em operações, o que representa avanço de mais de 40 vezes em comparação com os R$ 90 milhões do mesmo período do ano anterior. Foram 11 operações de julho a setembro deste ano contra 1 do ano anterior.

No ano, o Inter já soma R$ 5 bilhões em operações de mercado de capitais como coordenador líder ou contratado. A expectativa é que o valor triplique em 2022, passando para R$ 15 bilhões.

O grande destaque vai para a diversificação dos ativos emitidos: vão desde IPO de ETF, IPO de fundo de infraestrutura, passando por certificados de recebíveis imobiliários (CRIs) e debêntures. No ano, até o início de outubro, foram 15 operações liquidadas.

No terceiro trimestre, a instituição atuou como coordenador líder em captações de grandes companhias como Wiz, Grupo Kallas, MRV e Log e ainda atuou no IPO do BIDB11, fundo de infraestrutura listado na B3.

Contribui para esse avanço, certamente, a diversidade de canais de distribuição, que conta com as áreas de Varejo, Wealth, Institucional (área recém-criada) e Asset, bem como as parcerias como a estabelecida com o Banco ABC, anunciada em maio.

“A união com parceiros relevantes tem sido essencial para o nosso avanço. Nos aproximamos de grandes emissões, que até então não tinham relação comercial com o Inter”, explica Maria Clara Gusmão, diretora da Inter DTVM. Além disso, o avanço na robustez do balanço tem sido essencial para os resultados. “Temos condições de dar garantia firme de colocação em grandes operações e isso nos dá oportunidade de coordenar emissões relevantes”, completa.

O acelerado avanço na atuação do Inter teve como suporte o financiamento de companhias via instrumentos de dívida. O próximo passo é a expansão também no mercado de ações. “Estamos nos estruturando para sermos fortes também em operações de IPOs e Follow-ons”, completa Gusmão.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

um + 5 =