Setur prevê impulso do ecoturismo em Guanambi com novo voo da Azul

A Azul Linhas Aéreas iniciou o novo voo para a cidade nesta segunda-feira (Foto: Divulgação)

O município de Guanambi, no sudoeste baiano, tem no agronegócio e na energia eólica a base de sua economia e possui belezas naturais ainda pouco conhecidas, que agora deverão atrair um número maior de visitantes. Na segunda-feira (20), a Azul Linhas Aéreas iniciou o novo voo para a cidade, com saída do aeroporto de Confins, em Belo Horizonte, e duração de 1h50.

A empresa implantou quatro voos semanais, às segundas, quartas e sextas-feiras e aos domingos, em aeronave turbo-hélice ATR-72 , que tem capacidade para 70 passageiros. As saídas de Confins para Guanambi ocorrem às 13h, com retorno para a capital mineira às 15h30.

Segundo o secretário estadual do Turismo, Maurício Bacelar, um dos passageiros do voo inaugural, a conexão aérea abre novas perspectivas para a economia da região. “Os mineiros têm à disposição a linha direta, mas moradores de outras cidades podem chegar a Guanambi, fazendo conexões. Com o novo acesso aéreo, a cidade deverá ter um impulso no ecoturismo e eventos do agronegócio. O voo é fruto do incentivo do Estado, que reduziu o ICMS sobre o querosene usado na aviação”.

Depois de desembarcar no aeroporto de Guanambi, que foi requalificado pelo governo baiano, o visitante poderá desfrutar de experiências na natureza. A região oferece trilhas, em meio a paisagens deslumbrantes. Entre as principais atrações estão o Parque Estadual da Serra dos Montes Altos (Pesma), uma área de preservação ambiental com rica biodiversidade; o Morro de Caraíma e seu mirante; e a Toca do Índio, gruta que guarda pinturas rupestres. O recomendável e mais seguro é que os passeios sejam feitos na companhia de guias de turismo profissionais.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

5 × cinco =