O Santander Brasil anunciou nesta quinta-feira (9)  a aquisição da Apê11, proptech que conecta vendedores a compradores de imóveis residenciais. A negociação faz parte da estratégia do banco para ampliar seus negócios imobiliários e oferecer ao mercado um ecossistema completo e em uma única plataforma. Pelo acordo, a instituição passará a deter 90% de participação no capital social da Apê11.

“A empresa experimenta forte crescimento de sua operação e tem uma tecnologia robusta o suficiente para ampliar sua oferta com serviços e produtos financeiros disponibilizados atualmente pelo banco”, avalia Sandro Gamba, diretor de Negócios Imobiliários do Santander. “Essa plataforma digital nos permitirá acelerar o desenvolvimento de soluções integradas para todos os stakeholders do mercado imobiliário.”

Criada em 2018, a Apê11 é um marketplace colaborativo, pioneiro na digitalização da jornada de compra de casas e apartamentos. Atualmente, a operação contempla imóveis localizados na cidade de São Paulo, e a integração ao Santander vai possibilitar a expansão nacional. “Nosso foco é a construção de um ecossistema imobiliário. Com a expertise da plataforma, teremos mais assertividade e conversão das transações, reduzindo sobreposições de atividades e englobando boa parte dos processos imobiliários, elevando a qualidade da experiência do cliente, seja ele o comprador do imóvel, o vendedor, e todos os agentes que participam da comercialização”, completa Gamba.

Sua plataforma é desenvolvida com arquitetura proprietária, que combina big data e inteligência artificial para oferecer um ambiente amigável e intuitivo, similar ao das plataformas de streaming. A tecnologia identifica os perfis de interesse dos clientes para direcioná-los aos imóveis ofertados pela rede de parceiros. Além disso, a busca da Apê11 utiliza filtros quantitativos e qualitativos, traz informações sobre o bairro e a região dos imóveis, e tem ferramentas que facilitam o dia a dia do corretor associado.

De acordo com Leonardo Azevedo, co-fundador da Apê11, “a integração ao Santander dará à proptech mais capacidade para inovar em produtos e serviços para os clientes finais, que ganharão mais opções e formatos na transação de imóveis, e também para a rede de parceiros, integrada por corretores de imóveis, imobiliárias e incorporadores”. O executivo e toda sua equipe seguirão à frente do dia a dia da empresa.

A transação está sujeita à aprovação das autoridades e irá envolver a compra de ações e aumento de capital.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

dois × cinco =