Neste sábado (11) e domingo (12) é a vez de Vitória da Conquista receber a Feira Artesanato da Bahia, que será realizada no Shopping Conquista Sul. No Sudoeste Baiano, os trabalhos das artesãs e artesãos se destacam através de várias técnicas, entre elas cerâmica utilitária e decorativa, como moringas e panelas; tecelagem de algodão; macramê; trançados de fibras naturais de palmeiras do licuri; arte em tecido, com belos tapetes e colchas de retalhos; bordados richelieu e em ponto-cruz.

“A Feira tem sido um sucesso. Já foi realizada em Maragogipinho, Lençóis e Jacobina e é parte do processo das ações de retomada da economia e turismo do Governo do Estado” pontua o secretário do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte, Davidson Magalhães.

“Vamos chegar em Vitória da Conquista com a expectativa de grande participação de artesãs e artesãos do território do sudoeste baiano e de municípios vizinhos. Além de movimentar a economia local, é uma oportunidade para o público conhecer e valorizar a riqueza e a diversidade do artesanato produzido no estado”, comenta Ângela Guimarães, coordenadora de Fomento ao Artesanato da Setre.

Em cada edição, o evento vem promovendo a exposição e a comercialização de produtos artesanais, aquecendo o turismo e valorizando a cultura de cada região. Depois de Vitória da Conquista, a feira seguirá o seu calendário por Cachoeira (18 e 19/9), Juazeiro (24 e 25/9) e Porto Seguro (2 e 3/10).

A realização da Feira Artesanato da Bahia é uma iniciativa do Governo do Estado, por meio da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), em parceria com a Associação Fábrica Cultural.

SUCESSO EM JACOBINA

No último sábado e domingo, a Feira Artesanato da Bahia movimentou a Praça Rio Branco, em Jacobina. O evento atraiu um grande público de compradores e gestores, mostrando a importância do setor para a economia e envolvendo as cidades da região. Além de adquirir os produtos artesanais apresentados diretamente pelos produtores, o público também teve a oportunidade de conhecer a origem das técnicas utilizadas pelos criadores, que destacam a identidade regional do artesanato.

Na sexta-feira, as artesãs e artesãos participaram do Encontro Regional, que reuniu representantes de 15 municípios do Território Piemonte da Diamantina, quando foram apresentadas as políticas públicas de aprimoramento, capacitação e desenvolvimento do artesanato baiano.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

18 − quatro =