A Ultrapar Participações  anunciou nesta segunda-feira (16) a assinatura de contrato para a venda da totalidade das ações da Oxiteno  para Indorama Ventures . O valor total da venda   é de US$ 1,3 bilhão, dos quais US$ 1,15  bilhão no fechamento da transação, sujeito a ajustes usuais, como variações de capital de giro e da posição da dívida líquida, e US$ 150 milhões no segundo aniversário após o fechamento.

Em fato relevante, o Grupo Ultra diz que em consistência com os anúncios de desinvestimento da Extrafarma e da ConectCar, a venda da Oxiteno está alinhada à revisão de portfólio que a Ultrapar vem informando aos seus acionistas e ao mercado de capitais. “Com negócios mais complementares e sinérgicos, a Ultrapar conclui a fase de racionalização do seu portfólio e irá concentrar seus esforços em desenvolver oportunidades de investimentos nas verticais de energia e infraestrutura, com foco crescente na transição energética, alavancada pelo seu portfólio e expertise”, afirma o fato relevante.

A Indorama e a Oxiteno possuem sinergias nos negócios de óxidos integrados e derivados, especificamente no portfólio downstream de tensoativos. Além da posição relevante da Oxiteno na América Latina, a transação proporciona à Indorama acesso a plataformas inovadoras em mercados finais e tecnologias atraentes, diversificação geográfica aprimorada e forte capacidade de inovação. A combinação dos negócios criará um player relevante na produção de etoxilados nas Américas e o segundo maior do mundo.

“A posição de destaque da Oxiteno no Brasil e na América Latina foi construída e tem sido desenvolvida pela Ultrapar há mais de 40 anos. Estamos satisfeitos que alcançamos este acordo com uma das empresas líderes globais na indústria química, com sinergias relevantes, que nos possibilitou alcançar um valor atrativo para a transação”, comentou Frederico Curado, CEO da Ultrapar.

A consumação da transação está sujeita a determinadas condições usuais em negócios desta natureza, incluindo aprovação pelas autoridades concorrenciais brasileiras e americanas. Será concedido, ainda, direito de preferência aos acionistas da Ultrapar que desejarem adquirir ações da Oxiteno, na proporção das respectivas participações no capital social da Ultrapar e pelo mesmo preço por ação a ser pago pela Indorama, nos termos do artigo 253 da Lei das S.A. Os acionistas da Ultrapar que exercerem tal direito passarão a ser acionistas diretamente da Oxiteno, companhia de capital fechado e sem liquidez. A Ultrapar convocará brevemente uma assembleia geral de acionistas na qual será formalizado o oferecimento do referido direito de preferência, com o detalhamento do procedimento para o seu eventual exercício.

A Oxiteno manterá o curso normal de seus negócios de maneira independente até o fechamento da transação.

A Oxiteno

A Oxiteno tem sua história marcada pelo pioneirismo. Fundada na década de 1970, foi a primeira empresa a produzir óxido de eteno e derivados no país.  Hoje, é uma multinacional líder na produção de tensoativos e especialidades químicas nas Américas. Possui 11 unidades industriais no Brasil, Estados Unidos, México e Uruguai, 2 Centros Globais de Pesquisa & Desenvolvimento, 3 Laboratórios de Pesquisa & Desenvolvimento e 8 escritórios comerciais nas Américas, Europa e Ásia.

Sua trajetória começa no Brasil nos anos 1970, impelida pelo espírito empreendedor e a dedicação dos seus colaboradores. A primeira produtora de óxido de Eteno do país parte de uma planta no Pólo Petroquímico do ABC, em São Paulo, e em pouco tempo se expande para Camaçari, na Bahia.

Seus produtos são empregados em muitos setores industriais, como cosméticos, detergentes, defensivos agrícolas, poliéster, embalagens, petróleo e tintas e vernizes.

As principais vantagens competitivas da Oxiteno são:

  • Única produtora de óxido de eteno e de álcoois graxos no Brasil
  • Maior produtora de especialidades químicas na América Latina
  • Capacidade de produção superior à demanda doméstica
  • Profundo conhecimento da tecnologia de óxido de eteno e derivados
  • Participação relevante e crescente em químicos de origem renovável

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

15 − 8 =