Setor publicitário deve crescer pelo menos 10% e ampliar contratações

Para Americo, a pandemia não mudou o perfil da contratação dos profissionais de comunicação (Foto: Divulgação)

Depois de ser fortemente impactado pela pandemia e pelas medidas restritivas, que cancelaram campanhas e eventos, o setor publicitário está com perspectivas otimistas para o segundo semestre deste ano. Para Americo Neto, presidente da Associação Brasileira de Agências de Publicidade (Abap-BA), a atividade  deve ter um crescimento acima de 10% e fortalecer a busca por novos talentos.

“Já estamos vendo o mercado crescer cerca de 9%, e a gente tem uma expectativa que o segundo semestre impacte bastante os negócios, permitindo um crescimento acima de dois dígitos, esse é o nosso objetivo”, conta. Se antes o mercado estava estagnado, o que agora se observa é um processo grande de contratação e reforço nas equipes, com agências retornando aos seus tamanhos originais de antes da pandemia.

“O mercado já tem dado sinais fortes de reação em todos os setores e a gente espera que com o a volta do da festa, os do turismo, da comunicação para baianos e para brasileiros que estejam na Bahia, permita que a gente cresça cerca de 10, 11%”, completa Americo. A retomada também deve aquecer o mercado profissional, com as agências voltando a crescer e a contratar.

Para Americo, a pandemia não mudou o perfil da contratação dos profissionais de comunicação, mas sim ampliou a possibilidade de integrar equipes que não estão, necessariamente, no mesmo no mesmo local fisicamente. “Isso abre a possibilidade de trazer os melhores recursos humanos de diversas cidades, de outros estados que podem estar conectados online, ampliando as fronteiras de contratação, a gente vai buscar o talento onde quer que eles estejam”, esclarece.

Outro ponto importante para este novo momento do mercado é o crescimento da importância da tecnologia dentro das agências, mudando a “cara” dos colaboradores das empresas. “As agências estão começando a ser povoadas por profissionais distintos, profissionais também de que gostam de matemática, que entendem de tecnologia, de número, é um novo grupo que agora e faz parte das agências”, finaliza o presidente da ABAP.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

dezoito − 9 =