Presentes para os pais serão de até R$100, aponta pesquisa da TIM

Recuperação nas vendas anima empresários, porém a inflação e a nova variante Delta podem limitar as expectativas (Foto: Rovena Rosa/Ag. Brasil)

O  que neste ano será comemorado no dia 8 de agosto, promete movimentar o comércio. Levantamento feito com 175 mil clientes da TIM em todo o Brasil aponta que 79% dos entrevistados irão comprar algum presente para a data. Mas os papais devem se contentar só com uma lembrancinha, já que a maioria dos entrevistados (41%) afirmou que vão gastar até R$ 100.

Em seguida, 18% vão desembolsar entre R$ 101 e R$ 300; 8%, de R$ 301 a R$ 800; 6% gastarão de R$ 801 a R$ 1.200 e apenas 5% vão fazer investimentos maiores, de mais de R$ 1.200. A enquete foi feita por meio do TIM Ads, plataforma de enquetes online, que recompensa os participantes com bônus de recarga e de dados

Os presentes preferidos para o paizão são as peças de vestuário: as roupas foram mencionadas por 23% dos participantes. A lista segue com perfumes (16%), acessórios (12%), calçados (10%), celulares (9%), livros (4%) e computadores e tablets (4%). E a escolha do presente pode ter sido afetada pela pandemia, pois 71% das pessoas afirmaram que o cenário atual fez mudar a expectativa para a data, com 15% afirmando que vão comprar lembranças mais baratas ou fazer seu próprio presente. Outros 41% disseram que sua renda diminuiu.

A Covid-19 também pode ter influenciado na decisão de reunir a família: 51% vão comemorar somente com quem mora. Outros 28% não farão qualquer encontro com a família. Já 18% confraternizarão a data somente com familiares próximos.

Vai pagar como?

Os pagamentos via Pix vieram para ficar. Menos de um ano após seu lançamento, a transação já empatou com os tradicionais cartões de crédito ou de débito, com 14% cada, como principal meio para pagar o presente do pai. O Pix só perdeu para o pagamento com dinheiro em espécie, opção para 39% dos entrevistados. As compras em lojas físicas dominaram, com a escolha de 53% dos entrevistados. As transações em lojas virtuais pela internet foram mencionadas por 30% das pessoas.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

4 × 4 =