A previsão é que a Pfizer envie 200 milhões de doses do imunizante ao país até o fim de 2021 (Foto: Divulgação)

A Pfizer  e a BioNTech anunciaram nesta quinta-feira (26) a assinatura de uma carta de intenção com a farmacêutica brasileira Eurofarma para a produção local da vacina de mRNA contra a covid-19, ComiRNAty, e distribuição na América Latina. A Eurofarma realizará atividades de fabricação dentro da cadeia de fornecimento e rede de fabricação de vacinas contra a covid-19 globais da Pfizer e da BioNTech, que agora se estenderá por quatro continentes e incluirá mais de 20 instalações de fabricação.

Para facilitar o envolvimento da Eurofarma no processo, as atividades de transferência técnica, desenvolvimento no local e instalação de equipamentos começarão imediatamente. Segundo o acordo, a Eurofarma receberá o produto de instalações nos Estados Unidos e a fabricação das doses acabadas terá início em 2022. Em plena capacidade operacional, a produção anual deverá exceder 100 milhões de doses. Todas as doses serão distribuídas exclusivamente na América Latina.

“Todos – independentemente da condição financeira, etnia, religião ou geografia, merecem acesso às vacinas contra a covid-19 que salvam vidas”, disse Albert Bourla, presidente e CEO da Pfizer. “Nossa nova colaboração com a Eurofarma expande nossa rede global de cadeia de suprimentos – nos ajudando a continuar fornecendo acesso justo e equitativo à nossa vacina. Continuaremos a explorar e buscar oportunidades como esta para ajudar a garantir que as vacinas estejam disponíveis para todos os que precisam”.

“Temos aumentado continuamente a capacidade de fabricação de nossas próprias instalações e incluímos dezenas de parceiros em nossa rede global. Junto com a Pfizer, entregamos mais de 1,3 bilhão de doses e planejamos entregar 3 bilhões de doses no total até o final do ano. A parceria de hoje é um passo importante para ampliar o acesso às vacinas na América Latina e além, expandindo nossa rede de fabricação global ”, disse Ugur Sahin, M.D., CEO e cofundador da BioNTech. “Continuaremos a capacitar pessoas em todo o mundo a produzir e distribuir nossa vacina, garantindo a qualidade do processo de fabricação e das doses.”

Orgulho

“Em um momento tão difícil como este, poder compartilhar essa notícia nos enche de orgulho e esperança. A Eurofarma está prestes a completar 50 anos e a assinatura dessa colaboração na produção da vacina contra a covid-19 representa mais um marco em nossa trajetória. Estamos disponibilizando nossos melhores recursos em capacidade industrial, tecnologia e qualidade para este projeto, para que possamos cumprir o contrato com excelência e contribuir com o abastecimento do mercado latino-americano ”, disse Maurizio Billi, presidente da Eurofarma.

A Pfizer e a BioNTech buscam fabricantes contratados usando um processo de seleção rigoroso com base em vários fatores: qualidade, conformidade, histórico de segurança, capacidade técnica, disponibilidade de capacidade, força de trabalho altamente treinada, habilidades de gerenciamento de projeto, relacionamento de trabalho e compromisso em trabalhar com flexibilidade por meio de um programa acelerado.

Até o momento, a Pfizer e a BioNTech enviaram mais de 1,3 bilhão de doses da vacina ComiRNAty, contra a covid-19, para mais de 120 países e territórios em todas as regiões do mundo. As empresas estão firmemente comprometidas em trabalhar para o acesso equitativo e acessível às vacinas contra a covid-19 para todas as pessoas ao redor do mundo, trabalhando ativamente com governos globais e parceiros globais de saúde, com o objetivo de fornecer 2 bilhões de doses para países de baixa e média renda em 2021 e 2022 – 1 bilhão a cada ano.

Isso inclui acordos de fornecimento direto com governos de países individuais; um acordo para fornecer 500 milhões de doses ao Governo dos Estados Unidos a um preço sem fins lucrativos, que o governo, por sua vez, doará à União Africana e aos países do Compromisso de Mercado Avançado (AMC) da Covax  92; e um contrato de fornecimento direto com a Covax para 40 milhões de doses em 2021.

A vacina

A vacina ComiRNAty, baseada na tecnologia de mRNA proprietária da BioNTech, foi desenvolvida pela BioNTech e pela Pfizer. A BioNTech é a titular da Autorização de Comercialização no Mercado nos Estados Unidos, na União Europeia e no Reino Unido, e titular de autorizações de uso emergenciais ou equivalentes nos Estados Unidos (juntamente com a Pfizer), Canadá e outros países. Estão planejadas as buscas por aprovações regulatórias completas nos países em que autorizações de uso emergencial ou equivalentes foram inicialmente concedidas.

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

5 × 4 =