Petz fecha acordo para a compra da Zee.Dog e amplia seu ecossistema

A Zee.Dog espera faturar cerca de R$230 milhões em 2021, um crescimento de mais de 80% frente ao ano passado

Depois de quase uma década de sólida relação como parceiros comerciais, duas das maiores potências do mercado pet brasileiro decidiram unir forças. A Petz, maior e mais completo ecossistema pet do país com 144 lojas (e abrindo mais de 35 unidades nos últimos 12 meses) acaba de anunciar acordo para a aquisição de 100% da Zee.Dog, plataforma pet mais disruptiva do mundo, líder no Brasil e presente em 42 países, referência em branding e inovação.

Na transação, que envolve a compra de 100% do capital da Zee.Dog, o “Equity Value” é de R$715 milhões. Desse montante,  R$615 milhões serão pagos no fechamento da operação, sendo 87% em ações e o restante em dinheiro, além de R$100 milhões em dinheiro após cinco anos. Os atuais acionistas da Zee.Dog ficarão com 5,7% da Petz, que está avaliada em aproximadamente R$ 9 bilhões na B3. Ainda sujeita à aprovação do Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica), a negociação contempla a permanência na operação por pelo menos cinco anos dos fundadores, os irmãos Felipe e Thadeu Diz, e do CFO Rodrigo Monteiro, além dos executivos-chave para a operação.

“A união das duas plataformas representa um movimento único de transformação e consolidação do mercado pet no mundo, e muito aderente à visão do Grupo Petz, de ser mundialmente reconhecido como o melhor ecossistema pet até 2025. A Zee.Dog agrega à nossa operação seu know-how de branding, produtos, tech (58% do total de suas vendas são digitais), diversificação de canais, internacionalização (30% das vendas fora do Brasil) e um time de empreendedores com mindset disruptivo”, afirma Sergio Zimerman, CEO e fundador da Petz. “Por outro lado, a Petz adiciona o mais integrado ecossistema pet com presença de lojas em 18 Unidades Federativas (UFs) nas cinco regiões do Brasil, uma plataforma omnichannel benchmark no mundo e um time com foco em execução e performance operacional”, destaca.

A Zee.Dog, que espera faturar cerca de R$230 milhões em 2021, um crescimento de mais de 80% frente ao ano passado, se tornou uma marca de referência – originalmente conhecida por sua dominância nos acessórios, é líder em diversas categorias, e mais recentemente anunciou seus planos ambiciosos para o setor de pet food com o lançamento de uma nova vertical de negócios, a Zee.Dog Kitchen.

“A veia inovadora da Zee.Dog não se limita a branding, produto e tech. Queremos proporcionar também novas experiências no varejo físico. Este ano estamos inaugurando dois novos espaços: o Zee.Dog Labs e o Zee.Dog Temple. O Labs, lançado em abril, traz para dentro da loja um pouco do storytelling sobre como os produtos são idealizados/construídos pela equipe de designers em Madrid, oferecendo uma experiência de laboratório para o cliente que navega na loja. Já o conceito Temple – com inauguração prevista para o 4T21 – será uma flagship store de 4 andares e 750 metros quadrados, uma experiência única no varejo mundial”, afirma Felipe Diz, Co-Founder & CEO da Zee.Dog.

A Petz – que faturou R$1,9 bilhão nos últimos 12 meses – vem aumentando suas vendas digitais de maneira consistente (participação de quase 30% das vendas totais no 1T21), e fortalece ainda mais o seu posicionamento no canal digital com a integração do app Zee.Now e os sites Zee.Dog no Brasil e no mundo, além de consolidar a posição de #1 em express delivery na categoria com a Zee.Now.

App verticalizado

Fundada em 2019 pelo grupo Zee.Dog, a Zee.Now foi o primeiro app verticalizado de last mile delivery no segmento, e até hoje é a única plataforma pet especializada nesse formato, com entrega em minutos. Presente em 12 cidades pelo Brasil e em constante processo de expansão, através de dark stores (também conhecido como ‘hubs’), a Zee.Now conta com um sortimento exclusivo Zee.Dog e oferece também produtos das maiores marcas do segmento pet.

Assim, o App já representa cerca de 30% das vendas do grupo Zee.Dog. A união com a Petz alavanca significativamente a sua malha logística, à medida que permite plugar essa tecnologia em toda a sua rede de lojas, que também operam como “mini-CDs”, não só aumentando a capilaridade do serviço de express delivery, mas também melhorando consideravelmente a oferta de produtos.

No âmbito global, a presença da Zee.Dog em 42 países traz uma inteligência de mercado muito valiosa para o novo grupo. Essa atuação mundial da marca, somada ao know-how varejista da Petz de operação com diversos fornecedores parceiros, potencializa os planos que a Zee.Dog já possuía de se tornar um dos maiores nomes do segmento no mundo. Atualmente, a marca possui uma loja flagship no Soho, em Nova Iorque (EUA), e uma sólida operação de e-commerce que atende o mundo inteiro através de três armazéns localizados na Califórnia e Carolina do Norte, nos Estados Unidos, e também na Holanda, que atende a Europa.

“A Zee.Dog e a Zee.Now vão ampliar nossa atuação em produtos de marca própria e e-commerce, duas verticais estratégicas em nosso ecossistema. Impulsionam também nossa liderança em número de lojas físicas (144 unidades), nossa omnicanalidade recorde em termos mundiais (84,7%), nossos serviços de estética e clínicas e hospitais veterinários Seres”, destaca Zimerman.

Estratégia seletiva em M&A

A aquisição da Zee.Dog é a segunda realizada pela Petz desde a sua oferta pública de ações (IPO), que movimentou mais de R$ 3 bilhões em setembro de 2020. A primeira transação ocorreu em 21 de junho, quando a Petz adquiriu 100% da empresa especializada na produção de conteúdo e desenvolvimento de produtos e serviços exclusivos para o público “gateiro”, o Cansei de Ser Gato, que inaugurou uma nova unidade de negócios do ecossistema Petz.

“A estratégia para aquisições da Petz é e continuará sendo bastante criteriosa e seletiva – e a chegada da Zee.Dog comprova essa decisão. Atualmente, nenhuma outra empresa do setor complementa de forma tão única o nosso ecossistema como a Zee.Dog. Ela vai nos enriquecer com sua inovação absoluta no varejo digital e físico e na criação de produtos baseados em excelência em design e tecnologia, com seu storytelling, especialização e criação de comunidades que conectam pets e humanos” diz Diogo Bassi, CFO, IRO e responsável pela área de M&A e Novos Negócios da Petz. “A Zee.Dog seguirá como uma business unit com bastante autonomia dentro do Grupo Petz. Os três co-fundadores da Zee.Dog – Felipe Diz (CEO), Rodrigo Monteiro (CFO) e Thadeu Diz (Creative Director) permanecem no comando e alinhados com a visão de longo prazo do grupo”, acrescenta Bassi.

Promoção do bem-estar animal

Na visão de Sergio Zimerman, a sinergia em boas práticas de ESG é outro ponto alto nesta união de ecossistemas. “Em nossas aquisições, buscamos, acima de tudo, objetivos comuns, convergentes. Além da qualidade, inventividade e o empenho em facilitar a vida dos humanos que amam pets, compartilhamos ainda com a Zee.Dog a missão de promover o bem-estar animal. A Zee.Dog tem destinado milhares de reais arrecadados com parte de suas vendas para salvar a vida de cães abandonados. Algo complementar ao que fazemos com o nosso programa Adote Petz, que já promoveu a adoção de mais de 50 mil cães e gatos”, conclui o CEO e fundador da Petz.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

cinco × três =