Kristian Huber, fundador e VP de Negócios da Loft e Bruno Gama, fundador da CrediHome (Foto: Divulgação)

A Loft, startup que facilita a compra e venda de apartamentos por meio de uma experiência digital e com preços e informações verificados, acaba de concluir a aquisição da CrediHome, startup que atua como ponte entre grandes bancos e parceiros — assessorias especializadas, imobiliárias e portais, que atendem clientes tomadores de financiamento imobiliário.

A CrediHome foi fundada em 2017. A empresa tem por missão facilitar o acesso a crédito a quem quer comprar um imóvel, seja por meio de parcerias com os bancos, oferecendo taxas ainda mais competitivas, seja por meio de seus produtos inovadores no mercado, que oferecem ao cliente flexibilidade e agilidade na obtenção do crédito.

A empresa atua na originação e concessão do financiamento, e dá todo o suporte necessário ao cliente durante sua jornada, desde a assessoria financeira para quem está pensando em comprar um imóvel até a obtenção do crédito, passando pela cotação e preparação da documentação necessária e tirando a dor da burocracia de quem precisa de financiamento imobiliário.

A empresa adquirida já originou mais de R$ 2 bilhões em financiamentos apenas neste ano, em mais de 5.000 transações. Estas operações são provenientes dos mais de 5 mil parceiros da CrediHome (portais, imobiliárias e corretores,e assessorias especializadas) que, por intermédio da startup, podem oferecer ao consumidor final produtos de crédito que atendam às diferentes necessidades.

“Esta aquisição permitirá que a Loft expanda a oferta de financiamentos facilitados e sem burocracia para um volume maior de pessoas, por todas as regiões do país” , afirma Mate Pencz, fundador e co-CEO da Loft. “Vamos unir o conhecimento profundo de mercado da CrediHome com o DNA de tecnologia de ambas as companhias para melhorar a experiência dos nossos clientes”, completa.

O volume agregado de financiamentos originados atualmente pela Loft e a CrediHome é de mais de R$ 6 bilhões ao ano. O que significa que a aquisição resulta na liderança nacional, compartilhada com um player vinculado a um banco, do setor de originação de financiamento imobiliário do mercado secundário brasileiro.

Bruno Gama fundou a CrediHome junto com Alexandre Borges, Flávio Fortes e Caio Alfano Carra, além de Marcio Souza e Luiz Claudio Souza, que investiram na CrediHome logo no início da operação, por meio da Finvest, gestora brasileira especializada nos segmentos de crédito e imobiliário.

De acordo com Gama, a união com a Loft vai gerar ainda mais facilidades para clientes e parceiros da empresa: “será possível injetar na operação mais investimentos e conhecimento em tecnologia na direção de permitir que a concessão de crédito imobiliário fique ainda mais desburocratizada e amigável para o consumidor final”, afirma.

O founder ressalta ainda que a operação deverá estreitar ainda mais a parceria da fintech com os bancos que concedem crédito imobiliário: “Nossa parceria com os bancos vai se intensificar, com o crescimento da operação em todo o país”, afirma.

Os fundadores da CrediHome, assim como a equipe de colaboradores da fintech, passam a partir de agora a integrar a Loft, mantendo o atendimento a suas imobiliárias e assessorias parceiras. O time CrediHome seguirá atendendo seus parceiros e stakeholders de forma inalterada, com a aquisição.

Mais sobre a Loft

Fundada em 2018 por Florian Hagenbuch e Mate Pencz, a Loft é uma startup que facilita a compra de apartamentos por meio de uma experiência digital e com preços e informações verificados. A empresa anunciou, em março de 2021, a captação de US$ 425 milhões, e, em abril, um adicional de US$ 100 milhões, na sua quarta série de arrecadação de investimentos, a Série D — o maior aporte já recebido por uma startup brasileira. Hoje, a Loft é uma das maiores plataformas de compra e venda de apartamentos residenciais do mundo.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

oito + dezoito =