Neoenergia inicia fase de testes dos primeiros aerogeradores do novo complexo eólico na Paraíba

A Neoenergia iniciou a fase de testes dos primeiros aerogeradores que compõe o Complexo Eólico de Chafariz, no Sertão da Paraíba. Ao todo, 20 unidades geradoras estão em funcionamento, o que corresponde a 69,3MW de capacidade instalada. O início dos testes foi realizado com significativa antecipação em relação ao plano de negócios, atestando, mais uma vez, a capacidade da companhia em executar seu plano estratégico e o seu compromisso com a taxa de retorno dos projetos.

Os testes foram iniciados após a energização de uma nova subestação e uma linha de transmissão, adquiridas pela empresa no lote 6 do leilão de transmissão realizado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) em dezembro de 2017 e entregues com antecipação de 21 meses em relação ao prazo contratual do órgão regulador.

A nova subestação, Santa Luzia II, será o ponto de conexão ao Sistema Nacional Interligado (SIN) para o complexo eólico. O empreendimento será conectado a outro projeto estratégico para o grupo, o parque solar Luzia, cujas obras foram iniciadas em maio e será o primeiro empreendimento da companhia para geração fotovoltaica centralizada.

Ao todo, o Complexo Eólico Chafariz terá 15 parques, sendo um dos maiores projetos de geração eólica da Neoenergia no País e da Iberdrola na América Latina. O empreendimento terá capacidade instalada de 471,2 MW e terá parte da sua energia voltada ao SIN e outra ao Ambiente Livre de Contratação (ACL). Serão instaladas 136 turbinas com capacidade unitária de 3,465MW, uma das mais modernas do mercado, que atualmente estão em fase de montagem e comissionamento.

A construção do complexo foi iniciada em outubro de 2019, antecipada em relação ao plano de negócios da companhia. Foram gerados mais de 1,4 mil postos de trabalho, sendo aproximadamente 40% de mão de obra local. Além de contribuir com a geração através da criação de empregos, a companhia tem realizado diversas ações para beneficiar os municípios no entorno de Santa Luzia, como a realização de cursos de capacitação, a instalação de painéis fotovoltaicos em unidades de saúde, reforma de escola e apoio a artesãs da comunidade quilombola da Serra do Talhado.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

um × cinco =