O governo federal está realizando, por meio da Codevasf, serviços de pavimentação asfáltica no município de Itaguaçu da Bahia, no Médio São Francisco baiano. Os serviços ocorrem na estrada liga o projeto público de irrigação Baixio de Irecê à BA-052, conhecida como Estrada do Feijão. A ação representa investimento de R$ 16,2 milhões.

“Nesse primeiro trecho, [a estrada] está contemplando 20,2 quilômetros, que interligam o canal do projeto à Estrada do Feijão”, explica o superintendente regional da Codevasf em Bom Jesus da Lapa, Harley Nascimento. “Certamente promoverá grande desenvolvimento para essa região, para o estado da Bahia e para o país”, acrescenta.

O projeto público de irrigação Baixio de lrecê, implantado pela Codevasf, está localizado nos municípios de Itaguaçu da Bahia e Xique-Xique, no Médio São Francisco baiano, a 500 quilômetros de Salvador. O projeto abrange 105 mil hectares, sendo 48 mil de área irrigada. A área está dividida em nove etapas. Duas delas, que correspondem a 16 mil hectares irrigados, já estão em fase de ocupação.

“Itaguaçu da Bahia só tem a ganhar com essa estrada, porque o município é grande e tem um enorme potencial agrícola”, destaca o secretário de Agricultura do município de Itaguaçu da Bahia, Joelson dos Santos. A estrada é essencial para acesso e escoamento da produção com segurança. “Sem esse asfalto não teríamos como produzir nessa região. Vão ser produzidas três safras no ano, e é preciso ter uma logística boa”, avalia Célio Vilano, produtor rural do Baixio.

Projeto Baixio de Irecê

O projeto público de irrigação Baixio de Irecê está qualificado para o Programa de Parcerias de Investimentos (PPI). A região tem grande disponibilidade hídrica para irrigação, solos mecanizáveis e forte tradição agrícola. O acesso à área do projeto se dá pela rodovia BA-052, que liga Xique-Xique a Feira de Santana, onde se conecta à malha rodoviária para o Porto de Aratu e Salvador.

O projeto a ser licitado prevê a Concessão do Direito Real de Uso – CDRU de uma área total de 50.531 hectares, sendo 31.500 hectares de áreas irrigáveis. A futura concessionária ficará responsável por implantação, operação e manutenção da infraestrutura de irrigação que atenderá a área concedida.

O Baixio do Irecê é o primeiro do portfólio de projetos de parcerias com o setor privado para ocupação agrícola irrigada, por meio de contratos de concessão em larga escala com apoio do PPI.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

doze − 5 =