Nordeste tem queda em fusões e aquisições no primeiro trimestre

O Nordeste registrou 14 transações de fusões e aquisições no primeiro trimestre deste ano, uma queda de cerca de 33% na comparação com o período anterior quando foram registrados 21 negócios. Já em 2020, a região teve 77 negócios concretizados ao longo do ano. Os dados constam da pesquisa da KPMG realizada trimestralmente.

Segundo o relatório, de janeiro a março deste ano, foram realizadas operações pelos seguintes estados: Bahia e Pernambuco com cinco, Ceará com três e Piauí com uma. Já no primeiro trimestre do ano passado, houve fusões e aquisições em Pernambuco (9), Bahia (5), Maranhão (2), Ceará, Piauí, Paraíba, Rio Grande do Norte, Sergipe (1).

“O destaque foi o estado do Ceará que teve um crescimento considerável no número de fusões e aquisições no primeiro trimestre deste ano. Além disso, apesar da queda no total da Região Nordeste, a perspectiva é positiva e há expectativa de melhora ao longo de 2021 em função, principalmente, do aumento da proporção de pessoas imunizadas contra a covid-19, o que vai acelerar a retomada da economia”, analisa o sócio da KPMG responsável por mercados e clientes para as Regiões Norte e Nordeste, Paulo Ferezin.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

onze − 3 =