Abertura de empresas cresceu 27,2% em fevereiro, revela Serasa Experian

O Indicador de Nascimento de Empresas da Serasa Experian revelou a abertura de 343.811 novos negócios, uma expansão de 27,2% no comparativo entre fevereiro deste ano e o mesmo período de 2020. De acordo com o índice, as Sociedades Limitadas, formadas por dois ou mais sócios, impulsionaram o crescimento do mês registrando alta de 71,7%. Para os Microempreendedores Individuais (MEIs), que representam 80,3% do total de empresas criadas, o aumento foi de 30,1%, enquanto as Empresas Individuais marcaram 1,7%. Confira dados completos sobre a variação anual nos gráficos abaixo:

Segundo o economista da Serasa Experian, Luiz Rabi, a criação de empresas em meio ao cenário econômico instável brasileiro confirma o empreendedorismo por necessidade. “Abrir o próprio negócio no Brasil acabou se tornando um dos meios mais viáveis para geração de renda. Mesmo com um cenário delicado para muitas empresas do país, a estagnação negativa dos níveis de desemprego e o tempo mais curto das burocracias de abertura de empresas criam um ambiente que favorece a ideia de começar um empreendimento”.

Dentre as mais de 300 mil empresas abertas em fevereiro de 2021, o setor de Serviços fica com a maior representatividade, com 231.839 novos negócios. No entanto, na análise do comparativo anual, o segmento do Comércio tem destaque com alta com 37,8%. Veja gráfico na íntegra:

Ainda na comparação interanual, todas as regiões do país tiveram alta. O Nordeste registrou a maior variação, com 37,1%. Em ordem decrescente estão o Sudeste (28,5%), Centro-Oeste (22,3%), Norte (21,6%) e Sul (19,6%).

Empreendedores enxergaram oportunidades  

Uma pesquisa realizada pela Serasa Experian em fevereiro deste ano mostra que, apesar dos desafios, muitos empreendedores brasileiros viram oportunidades durante a pandemia, principalmente para aprender novas modalidades de vendas e prestação de serviços.

De acordo com os dados, 73,4% dos empreendedores vendiam ou passaram a utilizar as vendas online para garantir o fluxo de caixa no período de pandemia. Questionados sobre os benefícios dessa atividade digital, os principais apontamentos foram, o aumento da exposição da marca, o maior alcance de clientes e a possibilidade de atendimento em diversas regiões. Por isso, 83,1% dos entrevistados pretendem continuar trabalhando com o auxílio do ambiente online. Outro recorte interessante foi o crescimento de 27,6% registrado para aqueles que estão investindo em novas tecnologias.

A fim de auxiliá-los no processo constante de melhoria dos negócios, a Serasa Experian disponibiliza cursos e promove uma série de conteúdos e webinars gratuitos, que permitem aos empresários encontrar novos caminhos e enfrentar os desafios do mercado.

Como parceira de negócios em todos os momentos, a Serasa Experian também disponibiliza soluções gratuitas para ajudar as micro, pequenas e médias empresas brasileiras que estão sofrendo os impactos da pandemia.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

16 − 14 =