Salvador inicia a vacinação dos trabalhadores da educação nesta quarta

A partir da conclusão da vacinação de idosos, que alcança o todo o público de 60 anos nesta terça-feira (20), Salvador avança na imunização contra a Covid-19 e vai alcançar mais um importante segmento: os trabalhadores da educação. Além disso, a capital baiana também já definiu os critérios para retorno presencial das atividades educacionais. Os detalhes foram apresentados pelo prefeito Bruno Reis, acompanhado do secretário municipal da Educação (Smed), Marcelo Oliveira, em coletiva virtual realizada durante o início da entrega de cestas básicas para pessoas em situação de extrema vulnerabilidade social na cidade, no Cabula.

De acordo com a estratégia, a vacinação começará nesta quarta-feira (21), junto com as pessoas com síndrome de Down, para trabalhadores entre 55 e 59 anos da educação infantil, considerado o público mais vulnerável. A programação acontecerá de acordo com a disponibilidade de doses e, no caso da educação infantil, os horários e locais da vacinação serão divulgados ainda hoje.

“É importante lembrar que todos os trabalhadores da educação acima de 60 anos, em um universo de 1.605 cadastrados na rede, já deverão estar vacinados hoje. Amanhã serão iniciados os trabalhadores da educação infantil, já temos esse cadastro das redes municipal e estadual e estamos recebendo as informações da rede privada. Ao longo do dia, serão informados os locais e quem será vacinado”, informou o prefeito.

Retomada das aulas presenciais

Na mesma ocasião, também foram anunciados os critérios da Prefeitura para retomada das atividades em sala de aula. Uma delas é o avanço da vacinação dos profissionais de Educação e da população em geral, principalmente os idosos – um dos públicos mais vulneráveis à Covid-19.

Outro critério adotado é a ocupação de leitos de UTI, que deverá estar em 75%, tendo tolerância de 5%. Além disso, deverá ter estabilidade ou queda na média móvel de novos casos confirmados e de casos ativos, assim como estabilidade ou queda na taxa de transmissão (fator RT) do novo coronavírus. Os indicadores atualizados da taxa de ocupação de leitos exclusivos de UTI Covid-19 adultos na cidade serão monitorados e divulgados pela Secretaria Municipal da Saúde (SMS), e disponibilizados no site www.saude.salvador.ba.gov.br/covid/indicadorescovid.

O prefeito lembrou que os critérios já vinham sendo discutidos há algum tempo, com processo pausado devido à chegada da segunda onda da doença, e que o debate será retomado com as entidades, como o Ministério Público da Bahia (MP-BA) e a APLB, para essa retomada. Salvador, inclusive, já possui protocolos prontos para o retorno das atividades em sala de aula, que deverá acontecer de modo híbrido (presencial + virtual), com 50% da capacidade da turma. A intenção é concluir o calendário de 2020 e iniciar o calendário de 2021, para não comprometer o ano letivo de 2022.

Demais públicos

Na coletiva, foi informado ainda que, assim que chegarem novas doses, haverá avanço também na vacinação para pessoas com comorbidades. Em reunião realizada ontem com representantes da Frente Nacional de Prefeitos (FNP), o Ministério da Saúde apresentou o cronograma de vacinação previsto para até o fim deste ano no país.

O governo federal já teria assinado contratos para aquisição de 562 milhões de doses até dezembro, com celeridade maior no segundo semestre. A partir de maio, já estariam garantidas 47 milhões de doses, inclusive as do laboratório Pfizer. “Salvador está preparada para esta vacina, inclusive com freezers específicos para armazenamento, o que deve contribuir para recebermos uma quantidade maior de doses e acelerar ainda mais o processo de imunização na cidade”, declarou Bruno Reis.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

dezessete − 2 =