Economia baiana gera 9.820 novos empregos com carteira assinada

Apesar do agravamento da pandemia do novo coronavírus, a economia baiana segue criando empregos com carteira assinada.  Em março, foram gerados, em todo o estado, 9.820 novos postos formais. Essa é a diferença entre as contratações, que somaram 57.868  no mês passado, e as demissões, que totalizaram 48.048. Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgados nesta quarta-feira (28) pelo Ministério da Economia.

De acordo com o levantamento, o setor de serviços liderou a geração de vagas na Bahia, com  um total de 4.816 novas vagas. Em seguida, aparecem a indústria (2.719), construção (1.478) e agropecuária (1.449). O comércio, por sua vez, fechou  642 vagas.

Foi o terceiro mês seguido de criação de vagas formais na Bahia. Em janeiro, foram 14.395, e, em fevereiro, outras  18.503.  Em todo o país, foram gerados 184.140 empregos com carteira assinada em março.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

um × 5 =