Bahia atrai R$5,2 bilhões em novos investimentos no 1º trimestre

O Governo do Estado assinou, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE), 37 protocolos de intenções, no primeiro trimestre do ano, com a previsão de investimentos de R$ 5,2 bilhões e a geração de 2,2 mil empregos diretos e 3 mil indiretos. Grande parte do investimento  – mais de R$ 4,8 bilhões – será  direcionada para o interior, com a criação de 1,8 mil empregos diretos.

“Apesar da pandemia, o trabalho por aqui não parou. Acredito que o ambiente de negócios saudável e a economia estável do Estado permitiram que continuássemos atraindo bons negócios. Destaco que a interiorização dos investimentos continua sendo uma prioridade para o governo baiano. Fechamos 2020 com 76% dos investimentos atraídos para o interior e agora apresentamos um balanço de primeiro trimestre com números que mostram a mesma tendência”, afirma o vice-governador João Leão, secretário da pasta.

O segmento de eletricidade e gás (energias renováveis) é o que mais contribui para a interiorização do desenvolvimento, que beneficia 42 municípios baianos, principalmente na região semiárida do estado. O setor nos empreendimentos atraídos e incentivados pelo Governo do Estado.

Dos R$ 5,2 bilhões de protocolos assinados este ano, R$ 4,5 bilhões são de renováveis. São 14 projetos de energia eólica, que preveem se instalar em Xique-Xique e Itaguaçu da Bahia. E seis de energia solar em Juazeiro. Juntos, os parques vão gerar 2,5 mil empregos indiretos durante a construção das usinas.

Este ano, sete empreendimentos entraram em operação, gerando um investimento de mais de R$ 1 bilhão no estado e 390 novos postos de trabalho diretos. Mais uma vez renováveis liderou o processo com a entrada de cinco parques eólicos em operação e a implantação de uma linha de transmissão.

O estado tem um total de 438 empreendimentos incentivados que estão sendo acompanhados, com previsão de investir R$ 71,2 bilhões e gerar 54,3 mil vagas de empregos diretos. 90 projetos são de Renováveis e eles serão responsáveis por 75% (R$ 40,6 bi) do investimento. A previsão é que até 2022, 260 empreendimentos estejam implantados ou ampliados e injetem no estado R$ 21,9 bilhões, gerando 19,6 mil empregos diretos.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

treze − 1 =