Apesar da pandemia, A Geradora aumenta receita e volta a ter lucro

Empresa baiana, fundada em 1989, registrou uma receita líquida de R$ 146,6 milhões no ano passado (Foto: Divulgação)

Apesar da pandemia de covid-19, a baiana A Geradora Aluguel de Máquinas manteve seu ritmo de crescimento e rentabilidade em 2020. A empresa encerrou o ano passado com uma receita líquida de R$ 146,6 milhões, o que representa uma alta de 9% em relação a 2019 (R$ 134,5 milhões). Melhor: depois de registrar um prejuízo de R$ 9,9 milhões, em 2019, fechou o exercício de 2020 no azul: lucro de de R$ 183 mil.

“A companhia manteve seu ritmo de crescimento e rentabilidade, apesar dos efeitos da pandemia covid-19 em alguns mercados de atuação, finalizando com sucesso seu ciclo de recuperação econômico-financeira”, diz a empresa, em relatório de administração.

A companhia afirma ainda que no ano passado iniciou um novo ciclo, agora de crescimento de suas operações, “através da aquisição de novos equipamentos e ampliação da participação em mercados importantes para suas operações, mantendo a liderança no mercado de locação de equipamentos”.

A Geradora tem como atividade a locação de equipamentos como geradores de energia, compressores de ar, torres de iluminação, plataformas aéreas, condicionadores de ar, entre outros, para os segmentos de construção civil, infraestrutura, mineração, óleo & gás, indústria, eventos, comércio e serviços. A companhia possui 15 unidades de negócios situadas em Salvador, Aracaju, Recife, Natal, Fortaleza, São Luis, Belém, Parauapebas, Manaus, Goiânia, Belo Horizonte, Vitória, Macaé, Rio de Janeiro e São Paulo. Atualmente,  possui mais mil colaboradores.

História

A empresa foi fundada em Salvador, em abril de 1989, por Celso Reis e Enilson Moreira. Eles compraram um gerador de energia usado, que passou a ser alugado para empresas de pequeno porte. Na década de 90, A Geradora expandiu sua área de atuação e passou a atender demandas de várias regiões do Brasil. A partir daí, todo o portfólio de produtos foi diversificado com a inclusão de novos equipamentos de locação e um mix que passou a oferecer modernidade e suporte técnico especializado para os diversos segmentos.

A partir de 2010, A Geradora deu mais um importante passo para o crescimento e ganhou um novo sócio: a GG Investimentos, uma gestora de recursos focada na administração de patrimônios. Em virtude da nova estrutura societária,  deixou de ser sociedade limitada (Ltda.), passando a figurar-se como sociedade anônima (S.A.). Em 2012, com a saída da GG Investimentos do quadro societário, a Angra Partners, um fundo de gestão e investimentos em private equity, assumiu a administração desta fatia de ações, dando continuidade ao processo de governança e gestão da A Geradora.

Outra importante conquista para A Geradora foi a aquisição da Poliservice, a maior empresa do Brasil em soluções de fornecimento de energia e climatização para eventos. A compra foi realizada em 2012.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

2 × quatro =