Cetrel implementa novo Sistema de Inventário de Emissões Atmosféricas

V isando melhor atendimento às empresas do Polo Industrial de Camaçari, a Cetrel implementou o novo Sistema de Inventário de Emissões Atmosféricas (Siea). Com o software, rodado em aplicação WEB, é possível fazer uma espécie de raio-X capaz de determinar os níveis de emissões lançadas na atmosfera por determinada empresa.

De acordo com Bruno Cardoso Alves, engenheiro do setor de Gerenciamento Ambiental (GAM) da Cetrel, o novo SIEA incorpora o Guia de Emissões Atmosféricas do Comitê de Fomento Industrial de Camaçari (Cofic), finalizado no final do ano passado e aprovado pelo Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) em março de 2020. Ele afirma que, com a mudança, a Cetrel passou a trabalhar “conceitos e sistemáticas metodológicas, com base em padrões e protocolos reconhecidos nacional e internacionalmente, para elaboração de um inventário de emissões atmosféricas ainda mais eficiente”.

Alves ainda pontua que o novo Siea busca uma maior consistência e confiabilidade na geração, consolidação e gerenciamento dos dados inventariados, em especial, aos recursos exigidos na Portaria nº 16.507/18 do Inema. “Este protocolo trata do atendimento aos critérios de elaboração da análise crítica dos inventários das fontes poluidoras, como descrição de cálculo, se por medição, estimativa ou uso de fator, ações implantadas e retorno, dentre outros”, destaca.

Criado em 2018, o primeiro Siea da Cetrel foi responsável pela elaboração dos inventários das fontes poluidoras, buscando padronização e aprimoramento dos resultados consolidados pelos clientes.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

catorze − quatro =