A Fafen-BA é uma unidade de fertilizantes nitrogenados com capacidade instalada de produção de ureia de 1.300 t/dia

A Transportadora Associada de Gás S.A. (TAG) e a Proquigel Química S.A.  (Proquigel), empresa integrante do Grupo Unigel, assinaram contrato interruptível de serviço de transporte de gás para abastecimento de duas fábricas de fertilizantes operadas pela petroquímica, na Bahia e em Sergipe. O acordo, com início no dia 29 de janeiro, prevê a entrega de 2,3 milhões de metros cúbicos (Mm³) de gás por dia.

“Estamos trabalhando ativamente para viabilizar o acesso de novos clientes à malha da TAG, o que é fundamental para o crescimento do setor e para a atração de mais investimentos em toda a cadeia. É um esforço conjunto com a ANP e demais instituições envolvidas na abertura do mercado para atender às demandas dos agentes, antes mesmo da aprovação da nova lei do gás”, comenta Gustavo Labanca, diretor-presidente da TAG.

O contrato firmado entre as empresas tem prazo de até um ano e será atendido pela atual infraestrutura de transporte de gás da TAG. O gás será fornecido pela Petrobras à Proquigel, proveniente do campo de Manati (BA). A partir da unidade de processamento de tal campo, o contrato de transporte prevê a entrega nos citygates (pontos de entrega) nos quais a Proquigel possui acordo com as distribuidoras locais.

A fábrica de Sergipe será a primeira fábrica a receber o insumo como parte do novo negócio, com volume médio de 1,1 milhões de m³ por dia, enquanto a fábrica da Bahia receberá uma média de 1,2 milhões de m³/d, com previsão de início a partir de março.

Gasodutos

A TAG detém a mais extensa rede de gasodutos de transporte do país, com aproximadamente 4.500 km, que respondem por 47% do total da malha de transporte de gás do país. São 3.700 km na região costeira do Brasil, passando por quase 200 municípios de nove estados brasileiros – Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba, Pernambuco, Alagoas, Sergipe, Bahia, Espírito Santo e Rio de Janeiro – e outros 800 km na Amazônia, em trecho que liga a região petrolífera de Urucu a Manaus, no Amazonas.

A TAG é controlada pela Engie, maior empresa privada de energia do Brasil, atuando em geração, comercialização e transmissão de energia elétrica, transporte de gás e soluções energéticas, em consórcio com a Caisse de dépôt et placement du Québec (CDPQ), investidor institucional de longo prazo que administra fundos principalmente para planos de previdência e seguros públicos e parapúblicos.

A Unigel é uma das maiores empresas petroquímicas do Brasil, com posição de liderança na produção de acrílicos e estirênicos. A empresa, que atende diversos mercados, tais como eletrodomésticos, bens de consumo, construção civil, embalagens, mineração e agricultura, assumiu a operação das fábricas de fertilizantes da Bahia e de Sergipe, arrendadas da Petrobras pelo prazo de 10 anos.

“A Unigel irá suprir uma demanda importante de insumos para agricultura, pecuária e indústria nacional, que hoje depende da importação de outros países, retomando a produção de ureia e sulfato de amônio”, destaca Roberto Noronha Santos, CEO da Unigel. Com a retomada das fábricas, a Unigel também reforça a própria competitividade no segmento de Acrílicos, uma vez que parte da amônia produzida nessas unidades também deixa de ser importada. “A Unigel Agro contribuirá para a geração de empregos nos Estados de Sergipe e da Bahia e pode fortalecer ainda mais a competitividade do agronegócio brasileiro”, completa Noronha.

Fafen

A Proquigel Química  arrendou, junto a Petrobras,  as fábricas de fertilizantes nitrogenados da Bahia (Fafen-BA) e de Sergipe (Fafen-SE).  A unidade baiana tem capacidade instalada de produção de ureia de 1.300 t/dia, sendo capaz de comercializar amônia, gás carbônico e agente redutor líquido automotivo (Arla 32). A unidade de Sergipe possui capacidade instalada de produção de ureia de 1.800 t/dia, sendo capaz de comercializar amônia, gás carbônico e sulfato de amônio (também usado como fertilizante).

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

15 − cinco =