Grupo Roca compra fábrica de louças sanitárias por R$102 milhões

A fábrica, com capacidade de produção de 1,4 milhão de peças por ano, será dedicada à fabricação de louças sanitárias

O Grupo Roca reforçou sua presença no Brasil com a aquisição de uma fábrica de louças sanitárias localizada na cidade de Caucaia do Alto, no Estado do Ceará, nordeste do país. Com esta operação, que envolveu um investimento de R$ 102 milhões de reais, o grupo familiar de capital espanhol reafirma a sua aposta no Brasil, onde já dispõe de outras onze fábricas e 4.170 colaboradores.

Com presença comercial em 170 países, o Grupo Roca afirma que o Brasil é um dos seus mercados mais relevantes, sendo líder na produção e comercialização de louças sanitárias. Além disso, a unidade industrial está localizada em uma região estratégica para o grupo, próxima ao Porto de Pecém e em uma das áreas de maior crescimento econômico nacional. Isso ajudará a empresa a reforçar sua posição no Norte e Nordeste do país por meio de uma maior oferta produtiva e, consequentemente, na melhoria do nível de serviço ao mercado.

O ativo compreende uma planta industrial (edifícios e máquinas) de 37 mil m², bem como o terreno onde está situado, com uma área de 122 mil m².

A Companhia Sulamericana de Cerâmica (CSC), do Grupo Eternit, até então proprietária da fábrica e dedicada à produção de louças sanitárias, entrou em recuperação judicial em 2018. O Grupo Roca foi o vencedor do leilão para a compra da fábrica após apresentar a maior oferta e receber aprovação das autoridades judiciárias e do Conselho Administrativo de Economia da Defesa (Cade).

Estratégia

Dentro da estratégia de contribuir para o crescimento econômico dos países em que atua, o Grupo Roca criará 270 empregos nesse centro. As contratações começarão em fevereiro e priorizarão profissionais que já trabalharam nas instalações. A previsão da empresa é de que a planta, paralisada desde abril de 2020, entre em operação gradativamente a partir de maio de 2021, com previsão de estar em plena capacidade em fevereiro do próximo ano.

A fábrica, com capacidade de produção de 1,4 milhão de peças por ano, será dedicada à fabricação de louças sanitárias das marcas do grupo, assim como à exportação da marca Roca para a América Central e do Norte.

As instalações, construídas em 2016, são consideradas uma das mais modernas do segmento e nelas o grupo implantará seu programa de sustentabilidade EcoRoca, baseado na redução de emissões, economia de energia e reavaliação de resíduos.

O CEO do Grupo Roca, Albert Magrans, destacou que a operação aumenta o compromisso da empresa com o Brasil e o continente americano. “Esta aquisição fortalece nosso crescimento no Brasil, um dos nossos mercados mais importantes e com alta demanda por produtos para a sala de banho, ao mesmo tempo em que reforça nossa liderança mundial no segmento de louça sanitária”.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

4 × 4 =