Paula Morais ao lado dos cofundadores da Intera Augusto Frazão, CEO, e Juliano Tebinka, CTO (Foto: Divulgação)

Nem sempre os processos seletivos convencionais dão conta de preencher todas as vagas abertas e rapidamente, principalmente as de tecnologia. A escassez de profissionais qualificados, ou mesmo a dificuldade de encontrar esses talentos, acabam demandando muito tempo e energia dos recrutadores, sendo uma dor latente do RH brasileiro. Além disso, não há previsibilidade de resultado nos processos seletivos.

É aí que entra em campo a Intera, HRtech de recrutamento digital, que se tornou em pouco tempo o braço estratégico de grandes empresas da nova economia, como iFood, Creditas, Quinto Andar, Ebanx, Cargo X, Hotmart, Pipefy, Contabilizei, além de empresas já consolidadas no mercado a exemplo do Itaú, Ambev, Grupo Boticário, Kroton, Via Varejo, Gerdau, TOTVS, Brasilprev, dentre outras.

A startup foi fundada em 2018 em Salvador, na Bahia, por uma mulher: Paula Morais, que foi responsável por empreender o primeiro marketplace de aluguel de itens no Brasil. Foi coordenadora de recrutamento na Sanar, e chegou a ter uma escola de tecnologia que formava desenvolvedores web. Ao lado dela, dois cofundadores: Augusto Frazão, CEO, e Juliano Tebinka, CTO, ex-Madeira-Madeira.

Com o propósito de ajudar as empresas a atrair e contratar talentos, a Intera desenvolveu um método próprio de recrutamento eficiente que utiliza inteligência de dados e trabalha em cima da previsibilidade de resultados. A ideia é fisgar os melhores profissionais para vagas complexas, considerando habilidades técnicas, fit cultural e outros aspectos. O Hunt Hacking — um método de atração de talentos (hunting), criado pela própria startup, combina tecnologia de dados, automações e estratégias online.

Vamos construir um produto tecnológico que escale a nossa solução e possibilite o nosso cliente a fazer o que a gente faz para ele: gerar contratações assertivas e em menor tempo

Por trás disso tudo, contam com o aparato de uma tecnologia de ponta e robusta para que o recrutamento ganhe mais agilidade, velocidade e precisão. Atualmente, o serviço funciona por assinatura para a liberação de créditos que as empresas contratam para um recrutamento personalizado.

Esse modelo disruptivo, que desconstrói o modelo tradicional de consultoria de RH, somado à possibilidade de elevar o patamar do Brasil em outros níveis econômicos por meio do capital humano, despertou o interesse de um grupos de investidores anjos a injetar na startup cerca de R$ 2,5 milhões, após alguns meses de negociação. O valor será aportado em tecnologia, na ampliação do time de vendas e desenvolvimento do produto para escalar a solução.

Crescimento

Neste ano, a Intera já cresceu 200%, comparado com 2019, e o faturamento superou os R$ 3 milhões nos últimos anos. A previsão é dobrar a receita em 2021 e crescer 150% até o final do próximo ano. Desde a fundação do negócio, já intermediou mais de 400 contratações para posições técnicas nas corporações.

Com o avanço exponencial da tecnologia, está cada vez mais concorrido localizar, atrair e selecionar profissionais tech e é esse gargalo que a Intera soluciona. “Vamos construir um produto tecnológico que escale a nossa solução e possibilite o nosso cliente a fazer o que a gente faz para ele: gerar contratações assertivas e em menor tempo . Além disso, construir a base para movimentos que queremos fazer a médio e longo prazo, um escopo mais amplo na atuação em torno da empregabilidade na nova economia”, explica Paula, que é especialista em recrutamento digital e cofundadora da Intera.

Desafios para o próximo ano

Tornar a operação ainda mais eficiente, desenvolver o MVP do produto de recrutamento, crescer em faturamento e ganhar eficiência em vendas. “Crescemos cerca de 200% em faturamento em 2020 e, para o próximo ano, a meta é bater 150% de crescimento, dobrando o nosso faturamento”, diz a empreendedora. É membra do Cubo Itaú, maior centro de empreendedorismo tecnológico da América Latina, a Intera já soma 90 colaboradores, entre efetivos e temporários, e mais de 100 clientes que já adotaram a transformação digital no recrutamento.

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

quinze − 8 =