Parque Nacional da Chapada Diamantina volta a receber visitantes

A entrada no Parque Nacional da Chapada Diamantina é gratuita (Foto: Jota Freitas/Setur-BA)

Um dos destinos brasileiros mais procurados pelos amantes do turismo de aventura e de natureza  voltou a receber visitantes após meses fechados em decorrência da pandemia de Covid-19. O Parque Nacional da Chapada Diamantina, localizado a 425 km de Salvador (BA), iniciou, neste sábado (21), a primeira fase de reabertura gradual, adotando diversas medidas de biossegurança: uso obrigatório de máscara, diminuição da capacidade de pessoas e agendamento online de visitas. Para saber mais sobre o agendamento, acesse  AQUI.

Normalmente, a entrada no Parque Nacional pode ser feita pelas cidades baianas de Andaraí, Ibicoara, Itaetê, Mucugê, Palmeiras e Lençóis. Porém, a primeira etapa de reabertura permite acesso ao Parque Nacional exclusivamente por Lençóis e apenas algumas atrações podem ser visitadas pelos turistas, como as cachoeiras do Sossego, Ribeirão do Meio, Capivari, Mixila, Palmital e a trilha Pai Inácio-Barro Branco.

Segundo o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), que administra o local, as prefeituras dos seis municípios e o ICMBio vêm dialogando para definir em que momento, e de que forma, as trilhas e atrativos serão reabertos, procurando conciliar a estratégia de prevenção ao coronavírus e as demandas de visitação.

O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, comemorou a volta das atividades do parque e reforçou a importância de medidas como as previstas no selo Turismo Responsável do MTur para uma retomada segura e sustentável. “A Chapada Diamantina é um importante destino brasileiro que atrai milhares de turistas estrangeiros e nacionais. Os atrativos naturais serão os mais procurados nesse período de retomada e tanto turistas como estabelecimentos devem estar atentos às medidas de proteção para garantir uma viagem e um serviço seguros”, ressalta o ministro.

PROTOCOLOS

A entrada no Parque Nacional da Chapada Diamantina é gratuita e será obrigatório seguir os protocolos sanitários necessários. A fim de orientar visitantes e profissionais de turismo que frequentam o local, o ICMBio lançou o guia “Normas de reabertura gradual da visitação” com diretrizes a respeito da reabertura. Além de normas gerais, o documento traz ainda protocolos específicos para condutores de visitantes e para cada trilha.

Em nota, a Secretaria de Turismo da Bahia afirma que os protocolos desenvolvidos para a Chapada Diamantina levam em consideração as especificidades de cada atividade. “As práticas aquáticas, cicloturismo, observação da vida silvestre, rapel e visitação a cavernas, por exemplo, implicam em cuidados especiais, como o não compartilhamento de máquinas fotográficas, uso de cajados para apoio durante caminhadas e escaladas, produtos especiais para desinfecção de objetos como binóculos e limpeza de utensílios alugados”, afirma trecho da nota.

REABERTURA

Diversos Parques Nacionais voltaram a abrir as portas nos últimos meses. Na semana passada, o Parque Nacional da Chapada dos Guimarães, em Mato Grosso, foi liberado para receber visitantes gradualmente. Na primeira etapa, está liberado o acesso aos atrativos Véu de Noiva, Cidade de Pedras, Vale do Rio Claro e Morro de São Jerônimo. Também já foram reabertos a Floresta Nacional de Pacotuba (ES), os Parques Nacionais da Serra da Capivara (PI), da Serra do Cipó (MG), da Serra da Canastra (MG), entre outros.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

3 + 16 =