Senai Cimatec retoma aulas práticas presenciais na próxima terça-feira

Instituição adotou medidas sanitárias e protocolos de operação que incluem redução de alunos por aula

A interrupção das atividades acadêmicas presenciais do Centro UniversitárioSenai Cimatec em função da pandemia, chegou ao fim após anúncio da publicação do decreto que autoriza o retorno às aulas presenciais de universidades e faculdades na Bahia. A instituição, que rapidamente se adaptou ao modelo remoto e atualizava a cada mês seu plano de retomada, está pronta para prosseguir com as aulas presenciais e terá seus estudantes de volta ao campus já no dia 3 de novembro.

“Vamos realizar um retorno gradual, priorizando atividades práticas em laboratórios, com medidas de segurança sanitária e desinfecção de equipamentos e kits didáticos. Os laboratórios já foram adaptados e sinalizados para receber nossos alunos, garantindo o distanciamento adequado”, explica a pró-reitora administrativa e financeira do Centro Universitário Senai Cimatec , Tatiana Ferraz.

O Centro Universitário, no entanto, não parou durante o período de quarentena, mantendo suas atividades, com adaptações e medidas pedagógicas necessárias ao ensino on-line. Estas serão aprimoradas, já que se delineia uma tendência à migração parcial das formações para as plataformas digitais.

Segurança

O plano de retomada da instituição foi elaborado com base nas orientações do Conselho Nacional de Educação, portarias do MEC, e nas determinações das autoridades locais, além de boas práticas observadas em outras instituições de ensino superior fora do país.

“Como medida adicional, além da testagem realizada periodicamente dos professores e demais colaboradores, realizaremos teste rápido da Covid-19 de todos os nossos alunos”, comenta Lara Sorensen, gerente executiva do Senai Cimatec. A instituição entregará ainda, a cada aluno, um kit contendo máscaras de proteção, face-shield e borrifador com álcool glicerinado.

As medidas previstas incluem uso de itens de segurança específicos em determinados laboratórios, afastamento entre as pessoas no ambiente de sala de aula e ou laboratório de, no mínimo, 1,5 metro, higienização das mãos antes de entrar e depois de sair das salas e laboratórios e após manipular equipamentos, teclados, mouses e kits didáticos e uso preferencial da mesma carteira e posição por estudante em ambiente didático.

Tatiana Ferraz destaca, no entanto, que a orientação de evitar aglomerações está mantida e atividades e atendimentos, além de reuniões com estudantes e docentes serão feitas prioritariamente de forma remota. “Estamos preparados e ansiosos para receber de volta nossos alunos”.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

onze − 4 =