Movimentação econômica de Salvador caiu 3,3% em agosto

As vendas do setor de vestuário registraram um crescimento de 410% no mês de maio (Foto: Cláudio Vieira/PMSJC)

O Índice de Movimentação Econômica de Salvador (Imec-SSA), calculado pela Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI), autarquia vinculada à Secretaria do Planejamento (Seplan), retraiu 3,3% em agosto, frente ao mês imediatamente anterior, na série livre de influências sazonais.

O resultado exibido neste indicador em relação a julho de 2020 foi determinado, principalmente, pela elevada base de comparação quando em julho marcou ampliação de 13%. Além disso, a desaceleração da atividade econômica, na capital baiana, foi sentida em três das cinco variáveis que compõem o indicador, com destaque para: carga portuária (-11,6%), energia elétrica (-7,7%) e combustível (-4,1%).

Mesmo com a pandemia, agosto também foi marcado pela retomada gradual de algumas atividades, que impulsionaram a movimentação de passageiros urbanos, intermunicipal e no Aeroporto Internacional de Salvador, contribuindo para o indicador não registrar uma retração mais significativa.

Quando comparado com o mês de agosto de 2019, o indicador apontou decrescimento de 40,4%, acumulando no ano queda de 27,7%. Em 12 meses, o índice caiu 18,5%.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

7 + um =