‘Morar Melhor’ inicia reforma de 200 casas em comunidade de Brotas

Com investimento de R$1,4 milhão, as intervenções realizadas, em comum acordo com cada morador, envolve recuperação ou troca de telhado, troca de esquadrias (portas e janelas), pintura e instalações sanitárias (Foto: Valter Pontes/Secom)

A felicidade de Michele Nascimento, que reside há mais de 20 anos com o marido e as duas filhas na Baixa do Chocolate, em Brotas, será a realidade de outras 199 famílias vizinhas a serem beneficiadas, dentro da terceira etapa do programa municipal Morar Melhor. A ordem de serviço para o início das obras nas casas em situação precária na localidade foi assinada pelo prefeito ACM Neto, acompanhado do secretário de Infraestrutura e Obras Públicas (Seinfra), Luciano Sandes.

O prefeito lembrou que o programa foi criado a partir da demanda da própria população, que sempre pedia ajuda para melhorar o imóvel onde viviam. O sucesso foi tanto que, hoje, já é considerado o maior programa habitacional em caráter popular de todo o Brasil.

“O Morar Melhor está transformando a vida das pessoas, realizando um sonho antigo daquelas mais carentes em reformar a própria casa, mas que não tinham dinheiro para isso. E, com essa pandemia, a situação ficou ainda mais difícil, e muitos cidadãos sabem o que é a realidade de morar em um bairro pobre, mas querendo dar uma condição melhor à própria família e a casa é um espaço para tudo isso”, destacou ACM Neto.

Tendo a residência selecionada como casa modelo, Michele revela o resgate da autoestima promovido pelo programa. “Foi feito praticamente tudo, arrumaram a varanda, pintura, telhado, coisas que, por agora, não teria como fazer. Essa reforma muda muita coisa, porque a gente queria dar conforto à nossa família e, por conta da situação atual que estamos vivendo, não conseguia. Graças a Deus e toda a equipe estamos radiantes. As meninas nem acreditam direito, estão muito felizes”, relatou agradecida.

Números

Com investimento de R$1,4 milhão, as intervenções realizadas, em comum acordo com cada morador, envolve recuperação ou troca de telhado, troca de esquadrias (portas e janelas) e instalações sanitárias. O valor, em comparação às edições anteriores, foi aumentado de R$5 mil para R$7 mil por residência. As casas são selecionadas através de critérios como renda per capita e precariedade dos bairros, com base nos dados do IBGE.

Essa região de Brotas já teve 492 casas reformadas pelo Morar Melhor em outras edições do programa, nas comunidades de Pirangi, Polêmica e Daniel Lisboa. Desde que foi iniciado, em 2015, o programa já trouxe mais dignidade e conforto para mais de 30 mil famílias em 128 localidades em Salvador.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

dezesseis − 5 =