Gol oferece 302 voos diários e reabre três bases em setembro

Nova malha aérea traz o retorno das operações em Londrina, Juiz de Fora e Presidente Prudente

A Gol Linhas aéreas, maior companhia doméstica do país, anuncia sua malha aérea para o mês de setembro, com 302 voos diários nacionais e a retomada de suas bases em Londrina, Juiz de Fora e Presidente Prudente, que vão se comunicar com o aeroporto internacional de Guarulhos. Vigente a partir de 1º de setembro, a nova malha segue até o dia 30 do mesmo mês.

Caracterizada pela atenção absoluta ao cenário atual, a grade de voos leva em consideração as características do mercado, os horários mais convenientes para os clientes e, sobretudo, a alta conectividade entre os mais diferentes pontos do Brasil, sem contar as rigorosas medidas de segurança, aplicadas a fim de resguardar a saúde e o bem-estar de clientes, colaboradores e parceiros.

Em comparação com o mês anterior, agosto, que somava 202 voos diários, o número de setembro, 302, representa um crescimento de 49% em decolagens e 50% em assentos por dia. Uma realidade que atende a 135 mercados (119 operados pela Gol e 16 pela companhia aérea parceira Voepass), distribuídos em 60 bases nacionais – 52 delas são operadas pela própria companhia e 8 pela Voepass. No total, são 11 novos mercados que passam a ser contemplados na malha aérea da Gol em setembro.

Os aeroportos de Guarulhos, Brasília   e Galeão  se mantêm como os hubs primordiais da Gol, permitindo a comunicação com vários outros pontos do Brasil, algo que já vinha acontecendo nos dois meses anteriores. Os clientes também têm à disposição conexões importantes em outros três aeroportos de relevância: Fortaleza, Salvador e Belém, que assumem um perfil conectivo vigoroso para atender a mercados menores, porém não menos importantes.

Fortaleza, por exemplo, passa a ter voos para São Luís, enquanto Manaus  retorna as frequências para Santarém. Já em Salvador, são 7 destinos operados pela Voepass: Barreiras, Vitória da Conquista, Petrolina, Maceió, Porto Seguro, Aracaju e Ilhéus.

Há mais novidades. O aeroporto de Congonhas  retorna com sua malha após um período de obras, com ligações para Porto Alegre, Curitiba, Santos Dumont, Confins, Brasília, Salvador e Recife. Para o Santos Dumont, a cidade de Campinas ganha 3 novos voos diários, e Curitiba, Confins, Goiânia  e Vitória voltam a ter operações no aeroporto central carioca (além do retorno a Congonhas).

Setembro também marca um mês completo de operações em Sorriso e Rondonópolis,  no Mato Grosso. Ambas as localidades são novos destinos contemplados na malha aérea da Gol, com voos diretos para Brasília operados pela Voepass.

“Ainda que não esteja utilizando todo o seu potencial operacional, a Gol cumpre seu papel de Companhia aérea número 1 do País ao direcionar-se pelo atendimento aos principais mercados brasileiros. Para setembro, vislumbramos o deslocamento de pessoas que precisam visitar familiares, de profissionais de saúde em missão contra a Covid-19 e ainda o transporte de cargas de emergência, com leve acréscimo das viagens corporativas e turísticas”, afirma Rafael Araujo, diretor de planejamento de malha aérea da Gol.

Vale ressaltar que os voos internacionais da Gol permanecem suspensos, dado o dinamismo do setor e os obstáculos que podem surgir com a evolução da pandemia.

 

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

3 × 2 =