Empresário fatura R$123 milhões em rede de comida brasileira na caixinha

Jhonathan Ferreira colhe os frutos da rede Brasileirinho Delivery que soma mais de 110 unidades (Foto: Divulgação)

Vindo de duas famílias tradicionais que construíram sua base financeira no agronegócio nas regiões de Mato Grosso e Goiás, Jhonathan Ferreira da Silva, nasceu em Alto Araguaia, Mato Grosso. Aos 11 anos se mudou com a família para Jales, São Paulo e aos 22 anos foi morar em São José do Rio Preto, onde começou a cursar Administração de Empresas, em 2009, aos 24 anos.

Em 2012, já formado, decidiu seguir um caminho próprio e sem ligação com os negócios da família, quando foi convidado para estar à frente do projeto de uma franqueadora de intermediação cartorária – Rede Cartório Fácil. “O sucesso desse projeto foi tanto que comercializamos 31 franquias em um ano”, comenta.

Com o projeto da rede de franquias em andamento, Jhonathan e seu sócio Adriano Massi, tinham que ficar por muito tempo no escritório, e com isso, adquiram o hábito de comprar as suas refeições por telefone. A dupla costumava pedir na famosa rede de restaurantes de comida chinesa que entregava suas refeições in box (na caixinha). Com o passar do tempo, eles perceberam que não haviam opções de restaurantes com um cardápio de comida brasileira que servissem em embalagens tão práticas.

Iniciaram então, uma extensa pesquisa e decidiram criar o Brasileirinho Delivery, primeiro restaurante delivery de comida típica brasileira servida na caixinha. “A ideia do box é entregar a refeição em uma embalagem inovadora, prática, higiênica e que possui uma grande aceitação por parte do público consumidor”, comenta o empresário.

O restaurante foi inaugurado em 2013, em Junho. Começar um negócio do zero foi desafiador para Jhonathan e Adriano, que realizaram a tarefa de letra, já que um ano após a sua inauguração, o Brasileirinho Delivery, entrou para o Franchising.

Com 7 anos no mercado, a rede soma mais de 110 unidades em diversos estados brasileiros e espera atingir a marca de 140 até o final de 2020. A rede, que apresentou crescimento de 3,5% na procura pelo serviço durante a pandemia do Covid19, mostra que o setor alimentício via delivery é seguro e não enfrenta sazonalidade.

Em momentos como esse, os empresários acertaram quando optaram por redes que fornecem alimentos de forma prática e rápida. “Problemas em localizar vaga para estacionar, correria do dia-a-dia e dificuldade de deslocamento nas grandes metrópoles fazem com que refeições saborosas e já prontas, embalagens práticas e serviços e produtos delivery e drive-thru sejam cada vez mais procurados. Alinhado a isso oferecemos produtos de qualidade”, conta Jhonathan.

“Estruturar uma ideia, procurar entender o mercado e trabalhar com cenário pessimista, mediano e otimista, mas acima de tudo não ter medo de arriscar são os principais fatores que é preciso ter em mente para abrir o próprio negócio”, conclui Jhonathan.

A rede, que possui dois modelos de negócio – unidade delivery e a restaurante – possui um faturamento anual de R$ 123 milhões e cerca de 300 mil pedidos mensais, provando assim, ser um enorme negócio de sucesso.

Para mais informações sobre acesse

http://brasileirinhodelivery.com.br/franquia-de-alimentacao-2018/

Ficha de Investimento:

Investimento Inicial: R$ 240 mil

Lucro Médio Mensal: até 20% do Faturamento

Prazo de retorno: De 18 a 24 meses

Contato: Jaci Aparecido Queiroz – (11) 95268-0864

[email protected]

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

dois × dois =