Bahiagás doa 5 mil metros de tecido para produção de máscaras

A doação foi destinada à Cooperativa Rede de Produtoras da Bahia (Cooperede), de Feira de Santana (Foto: Divulgação)

Como parte das ações solidárias adotadas no combate à pandemia do novo coronavírus, a Companhia de Gás da Bahia (Bahiagás)  doou 5 mil metros de tecido (100% algodão) para a confecção de máscaras. Para esta campanha, a Companhia investiu um total de R$ 50 mil. A doação foi destinada à Cooperativa Rede de Produtoras da Bahia (Cooperede), de Feira de Santana, que possui uma parceria com o Governo do Estado da Bahia para a produção de dois milhões de máscaras. Como contrapartida social, a Cooperede vai distribuir, gratuitamente, parte da produção para unidades de saúde pública e entidades filantrópicas de assistência à população carente.

Com boa capacidade operacional, a Cooperede possui 500 máquinas de costura e 500 costureiras cooperadas. A produção envolve mulheres de diversos municípios baianos na atividade da costura, que tem garantido a elas uma renda em tempos de isolamento social e pouca oferta de trabalho.

“O Governo do Estado da Bahia foi o primeiro no País a defender a importância do uso da máscara como forma de proteção contra a covid-19. E a Bahiagás procura fazer a sua parte neste combate à doença por meio deste material. Por isso, consideramos de suma importância esta campanha de doação de tecidos”, enfatiza o diretor-presidente da Companhia, Luiz Gavazza.

Doação de respiradores

A Bahiagás, como uma empresa de economia mista, vem atuando junto às iniciativas do Estado no combate à covid-19. Recentemente, a Companhia participou também de uma campanha da Federação das Indústrias do Estado da Bahia (Fieb) para a compra de novos aparelhos respiradores, que foram doados a unidades estaduais de saúde e utilizados no tratamento dos casos mais graves da doe nça. Ao todo, foram distribuídos 100 equipamentos.

A Bahiagás tem, ainda, trabalhado para atender instituições públicas de saúde tão importantes neste momento de combate ao novo coronavírus. Desde o início da pandemia, a Companhia já concluiu obras para fornecimento de gás natural para três hospitais baianos. A última delas foi finalizada em junho, para atendimento ao Hospital Regional Costa do Cacau, em Ilhéus. Antes, havia concluído o trabalho para abastecimento ao Hospital Metropolitano e Hospital Clériston Andrade 2.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

dezessete − 16 =