Escola do Mecânico doará 300 bolsas de estudos na área de mecânica

Qualquer pessoa maior de 16 anos pode se candidatar a uma bolsa (Foto: Divulgação)

A Escola do Mecânico, que oferece ensino profissionalizante qualificado nas áreas de mecânica automotiva, de motocicleta e caminhões, criou um curso para homens e mulheres, de todas as idades, que desejam ingressar no ramo: é o Vivendo de Mecânica – Primeiro Módulo.

Com conteúdo 100% EaD, o Vivendo de Mecânica – Primeiro Módulo pode ser realizado onde o aluno estiver, bastando estar conectado à internet. Ele ensina dois serviços básicos: instalação de película automotiva (o famoso insulfilme para os vidros) e diagnóstico e reparo de falhas elétricas básicas, aquelas mais comuns. “A ideia desse curso é fazer com que o (a) novo (a) profissional consiga rapidamente iniciar sua carreira na mecânica, gerando renda imediata. Ele (a) pode conseguir emprego ou ser freelancer, trabalhando em casa ou oferecendo seus serviços a terceiros”, comenta Sandra Nalli, fundadora da Escola do Mecânico.

Ela conta que esse curso foi desenvolvido para ajudar quem precisa começar a trabalhar de uma forma rápida, em casa. Por isso mesmo, a rede Escola do Mecânico, que tem 30 escolas em São Paulo, Bahia, Pernambuco, Paraná, Minas Gerais e Rio Grande do Sul, doará 300 bolsas de estudo, 100% EaD, a alunos que não tiverem condições de arcar com o valor do curso Vivendo de Mecânica – Primeiro Módulo. “Foi a forma que encontramos de continuar no propósito que sempre tivemos, que é gerar emprego e renda aos nossos alunos”, enfatiza.

Como funcionarão as doações

Qualquer pessoa maior de 16 anos pode se candidatar a uma bolsa, acessando o seguinte link: https://materiais.escoladomecanico.com.br/movendovidas. Os candidatos contarão suas histórias, que passarão por um comitê interno da Escola do Mecânico e serão avaliadas pelo critério de necessidade. “A ideia é eleger pessoas que não possam pagar pelo curso presencial, que realmente precisem da bolsa e queiram estudar. E é contando suas histórias que elas concorrerão às bolsas”, informa Sandra.

Os candidatos à bolsa serão avaliados pela direção da Escola do Mecânico a partir de um questionário, que será respondido no ato da inscrição. Serão escolhidos os alunos que desejam a qualificação, mas que não conseguem pagar por ela neste momento. A Escola do Mecânico não levará em conta indicações de alunos ou funcionários e nem privilegiará pessoas por quaisquer outros critérios. “Manteremos as doações até quando houver bolsas disponíveis. Como o curso é EaD, podem participar pessoas de todo o Brasil”, diz Sandra Nalli.

São 300 bolsas de estudo garantidas, para pessoas de todo o Brasil. Além delas, a cada nova matrícula pagante realizada em curso presencial ou semipresencial em uma das 38 Escola do Mecânico gerará outra bolsa, no Vivendo de Mecânica, EaD.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

três + 4 =