Procon notifica farmácias e estabelecimentos por preços abusivos

Só ontem, 34 estabelecimentos foram notificados em Salvador e em Camaçari (Foto: Divulgação)

Em cumprimento as tratativas das denúncias sobre os altos preços dos produtos de higiene para a prevenção do novo Coronavírus, a Superintendência de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-BA) realizou mais uma fiscalização em farmácias e estabelecimentos especializados na comercialização desses produtos. A operação aconteceu nesta sexta-feira (03), em Salvador e Região Metropolitana.

Só ontem, 34 estabelecimentos foram notificados na capital baiana e no município de Camaçari. Ao serem autuadas, as empresas precisam apresentar justificativas ao órgão da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS) que irá avaliar se as altas são abusivas ou não.

“Estamos fazendo o cumprimento de, aproximadamente, mil denúncias recebidas pelo órgão. Em sua maioria, as denúncias são relacionadas aos preços abusivos dos principais produtos para a prevenção do vírus, como álcool em gel, máscaras de proteção e as luvas”, esclareceu Iratan Vilas Boas, diretor de fiscalização do Procon.

“Os estabelecimentos estão sendo visitados para que os direitos dos consumidores, previstos no Código de Defesa do Consumidor, não sejam feridos, especialmente num momento de pandemia como este que estamos vivendo”, reforçou o diretor.

As fiscalizações vão continuar para que práticas abusivas sejam coibidas. As denúncias ao órgão podem ser encaminhadas através do Aplicativo PROCON BA MOBILE ou por E-mail: [email protected]

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

seis − um =