População de Salvador atende pedido da Prefeitura e praias amanhecem vazias

A proibição está valendo desde hoje (21), por um período de 15 dias corridos (Foto: Jefferson Peixoto/Secom)

De Itapuã ao Porto da Barra, além da Ribeira, a população de Salvador  foi consciente e respeitou a determinação da Prefeitura de não ir às praias neste momento de pandemia do coronavírus. A proibição está valendo desde hoje (21), por um período de 15 dias corridos, conforme decreto publicado ontem no Diário Oficial do Município (DOM).

Cerca de 60 agentes da Guarda Civil Municipal (GCM), com apoio da Secretaria de Ordem Pública (Semop), fazem a fiscalização do cumprimento do decreto. O objetivo é evitar aglomerações e proteger a saúde das pessoas. As praias de Itapuã, Piatã, Ribeira, Rio Vermelho, Porto da Barra e Farol da Barra foram isoladas com o uso de cercas de arame liso, gradis e tapumes. Foram fixados também materiais informativos sobre o decreto.

Nas demais praias, a Prefeitura está atuando para evitar aglomerações, inclusive contando com denúncias da população. De acordo com o diretor municipal de Segurança Urbana e Prevenção à Violência, Maurício Lima, é importante que as pessoas se conscientizem da gravidade deste momento e respeitem a recomendação que é ficar em casa. “As praias estão vazias e à população entendeu o apelo. Reforçamos que todos permaneçam se protegendo”, frisou.

Comércio

O trabalho de isolamento das praias começou ainda na noite de anteontem. Além disso, todo o comércio que ocorre na faixa de areia está suspendo também por 15 dias. Os kits distribuídos pela Prefeitura aos comerciantes foram retirados e não haverá cobrança de taxas a esses profissionais enquanto durar a medida, que pode ser prorrogada.

Diretor da Semop, Adriano Silveira esteve acompanhando hoje a fiscalização nas praias. Segundo ele, é necessário que vendedores ambulantes compram a medida. “Sabemos que não é uma situação fácil, afinal para muitos a atividade nas praias é a única forma de sustento. Mas todos entenderam a importância da intervenção e têm cumprido”, disse o diretor.

Também começa hoje

Junto com as praias, os clubes sociais, recreativos e esportivos também devem permanecer com as portas fechadas ao público por 15 dias, contados a partir deste sábado. Passa ainda a vigorar neste sábado (21) a redução de até 30% no número de ônibus circulando em Salvador, fora dos horários de pico, e o fechamento temporário de shoppings e estabelecimentos comerciais do tipo.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

onze + dezessete =