Turistas são recebidos com música e baianas no Aeroporto de Salvador

Setur promoveu um receptivo com baianas caracterizadas e entrega de fitas do Senhor do Bonfim (Foto: Welber Santiago)

No dia da abertura oficial do Carnaval de Salvador, os passageiros que desembarcaram no aeroporto da cidade foram recebidos com uma surpresa especial para dar início aos festejos carnavalescos. A Secretaria de Turismo da Bahia (Setur) promoveu, nesta quinta-feira (20), um receptivo com baianas caracterizadas e entrega de fitas do Senhor do Bonfim, tudo isso ao som do Grupo Folclórico João de Barro.

A ação acontece também nesta sexta-feira, das 10h30 às 12h30, nos portões de desembarque doméstico e internacional. Além do aeroporto, outros portões de entrada da cidade devem ser palco do receptivo, a exemplo do porto de Salvador.

Ravelly Bernardo, turista de Fortaleza que vai passar o seu primeiro Carnaval em Salvador, garante que a recepção calorosa é o começo da festa. “Vim para a Bahia por que sou fã de Bell Marques e já me senti abraçada desde que desembarquei aqui”, conta.

Além do receptivo que apresenta um pouco da cultura da Bahia, a Setur atua ainda no suporte ao turista através do Serviço de Atendimento ao Turista (SAT), que fica ao lado do desembarque doméstico. No período da folia, o posto funcionará 24h por dia, até às 19h da terça-feira (25). O serviço ganha reforço dos colaboradores do projeto Guias e Monitores que atuarão durante período da folia.

De acordo com Flávia Lins, supervisora do SAT do aeroporto, os turistas chegam com muitas dúvidas sobre locomoção e outros detalhes sobre a festa. “Em geral, eles perguntam sobre como chegar aos principais circuitos, aos hotéis onde estão hospedados e onde podem buscar os abadás”, destaca.

Projeto Guias e Monitores

O serviço para os turistas é ampliado no período de grandes festas na cidade através da atuação dos Guias e Monitores, um projeto que visa oferecer informações turísticas com qualidade e precisão.

Ao todo, 254 profissionais, habilitados em português e até 10 idiomas estrangeiros, além da Língua Brasileira de Sinais (Libras), atenderão os turistas na capital – rodoviária, porto, circuitos da festa e hotéis próximos – e no interior, nas localidades como Praia do Forte, Porto Seguro, Itacaré, Morro de São Paulo e Mar Grande, na Ilha de Itaparica.

Além do suporte ao visitante, o projeto apoia também a atuação da Delegacia do Turista (Deltur) e os serviços de saúde através do auxílio na comunicação entre o turista e o órgão.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

4 + 1 =