Rede D’Or São Luiz compra 80% do Hospital Aliança por R$800 milhões

Fundado em 1990, o Hospital Aliança possui 203 leitos (Foto: Divulgação)

A rede D’Or São Luiz adquiriu 80% do Hospital Aliança na Bahia. Os 20% restantes permanecem com a companhia fundadora. A parceria, anunciada nesta segunda-feira (17) pelo superintendente do hospital, Albérico Mascarenhas, irá permitir a expansão da unidade, que é referência na Bahia e na região, aumentando significativamente a capacidade de atendimento, além de ampliar sua infraestrutura e incorporar novas tecnologias.

Uma nova unidade será construída, e os números desse investimento serão divulgados em breve. Fundado em 1990, o Hospital Aliança possui 203 leitos e a participação da Rede D’Or foi adquirida por R$800 milhões. A conclusão do negócio está sujeita à aprovação pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade). Durante o período de análise da Operação pelo Cade, as companhias continuarão operando de forma independente.

Essa operação é um exemplo de como uma parceria pode render bons frutos para a saúde da população na Bahia. O grupo irá possibilitar acesso ao que há de mais moderno na medicina da maior rede privada de hospitais do Brasil. A iniciativa oferecerá cada vez mais um atendimento acolhedor com um corpo clínico especializado em diversas áreas, bem como possibilitar acesso à pesquisas de alta qualidade com o Instituto D’Or de Pesquisa e Ensino (Idor). A ação mostra o objetivo de ratificar a garantia da qualidade da saúde para maior número da população.

“Todo o imóvel continua pertencendo ao grupo Aliança e será alugado à rede D’Or. Teremos ainda mais qualidade, mais serviços sendo oferecidos. Teremos uma ampliação, com a construção de um novo prédio, o que vai qualificar ainda mais o atendimento, inclusive gerando mais empregos”, afirmou Mascarenhas.

Sobre a Rede D’Or São Luiz

Fundada em 1977, a Rede D’Or São Luiz é a maior rede de hospitais privados do Brasil com presença no Rio de Janeiro, São Paulo, Distrito Federal, Pernambuco, Maranhão, Sergipe e Bahia. O Grupo opera com 49 hospitais, sendo 48 próprios e um hospital sob gestão. A Rede possui 7,5 mil leitos totais, e tem planos de chegar a 11 mil leitos até 2022. São, ao todo, 51,8 mil colaboradores e 87 mil médicos credenciados, que realizaram cerca de 4,05 milhões de atendimentos de emergência, 278 mil cirurgias, 33 mil partos e 476 mil internações no último ano, além de 8,2 mil cirurgias robóticas em quatro anos do início deste novo serviço.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

19 − 7 =