Varejo baiano espera alta de 5% nas vendas no Dia das Crianças

Dados da CDL apontam que o valor do tíquete médio deve ficar em torno de R$ 100 (Foto: Ag. Brasil)

A Câmara de Dirigentes Lojistas de Salvador (CDL) estima um crescimento de 5% nas vendas para o Dia das Crianças, comemorada em 12 de outubro, em relação ao mesmo período do ano passado. Dados da instituição ainda apontam o valor do tíquete médio, que deve ficar em torno de R$ 100. A estimativa leva em consideração a situação econômica atual e pesquisa de mercado.

“Qualquer movimentação e estímulo ajudam a girar o dinheiro. Temos visto alguma reação influenciada por decisões positivas no cenário nacional como a reforma da previdência, a MP da Liberdade Econômica, que desburocratiza processos, e liberação de saques do FGTS. São ações que ajudam a ir dando confiança no empresário e no consumidor”, explica o presidente da CDL Salvador, Alberto Nunes.

Para Nunes, o Dia das Crianças abre o período de vendas mais importante do comércio, uma vez que o trimestre reúne outras datas de grande movimentação, como a Black Friday e o Natal. “Nossa orientação para os colegas lojistas é a de oferecer facilidades para quem quer comprar, e atendimento qualificado, uma vitrine organizada e atraente também ajuda”, aconselha.

Para a data, o segmento de brinquedos fica em primeiro lugar, seguido de artigos como roupas e calçados infantis, celulares, tablets e jogos eletrônicos.

Emprego temporário

O último trimestre, além de ser a etapa de vendas mais importante do ano, concentra o maior volume de contratações temporárias do varejo. A CDL Salvador e a FCDL BA (Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas da Bahia) estimam uma geração de emprego de 5% a 6% maior do que o último trimestre do ano passado, considerando os períodos de outubro a dezembro.

“O sentimento é de otimismo, com a obtenção de índices ainda maiores, devido ao impacto que as medidas e reformas previstas pelo Governo Federal vão exercer no setor”, explica o presidente da FCDL Bahia, Pedro Failla.

De acordo com a pesquisa, os setores de logística e comércio são os que mais aquecem as contratações temporárias. Os principais contratantes são shoppings, que têm necessidade de funcionamento todos os dias, inclusive domingos e horário estendido. Já os setores que mais empregam são os de roupas e calçados, alimentos, enfeites, brinquedos, móveis, eletroeletrônicos, perfumaria e cosméticos. Os cargos mais procurados tradicionalmente são das áreas de vendas, informática, marketing, limpeza, distribuição e atendimento.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

3 × 5 =