Braskem poderá voltar a ser negociada na Bolsa de Nova York

Os contratos garantem competitividade à cadeia de valor em que a Braskem atua (Foto: Divulgação)

As ações da  Braskem poderão voltar a ser negociadas na Bolsa de Nova York. A companhia entregou na tarde de quinta-feira (17) o formulário 20-F de 2018 à SEC (Securities and Exchange Commission), órgão regulador do mercado de capitais americano e regularizou sua situação na bolsa dos Estados Unidos.

O formulário 20-F é um documento que as companhias estrangeiras com títulos negociados nas bolsas americanas têm de fornecer às autoridades reguladoras dos EUA. A petroquímica brasileira havia atrasado a entrega dos formulários referentes aos anos de 2017 e de 2018, pois precisou realizar procedimentos e análises adicionais sobre os seus processos e controles internos. Por causa desse atraso, a Bolsa de Nova York havia deslistado a companhia em maio, ou seja, a havia retirado do pregão. Apesar dessa deslistagem, ela continuava a ser negociada no mercado de balcão.

No começo do mês, a Braskem entregou o relatório referente a 2017. Agora, com a entrega do de 2018, poderá voltar ao pregão da bolsa americana.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

18 − 17 =