Rio terá luto de três dias por vítimas de incêndio no CT do Flamengo

Dez atletas morreram e três ficaram feridos, um deles gravemente, após incêndio em CT

Movimentação de populares em frente ao CT do Flamengo (Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil)

O governo do Rio de Janeiro vai decretar luto de três dias em homenagem às vítimas do incêndio que atingiu o Centro de Treinamento do Flamengo, o Ninho do Urubu, em Vargem Grande, na zona oeste da cidade. “Quero manifestar meu mais profundo pesar por essa tragédia e prestar solidariedade às famílias das vítimas. Que Deus os receba e abençoe”, disse o governador Wilson Witzel.

Witzel determinou uma investigação minuciosa das causas do incêndio e, depois de entrar em contato com a direção do clube, solicitou que o vice-governador, Cláudio Castro, vá ao Centro de Treinamento do Flamengo para acompanhar os trabalhos das equipes do governo.

O secretário estadual de Esportes, Felipe Bornier, foi um dos primeiros representantes do governo a chegar ao local. “Hoje é um momento muito triste, não apenas para o Flamengo, mas para toda a sociedade carioca”, disse o secretário.

Dez atletas morreram e três ficaram feridos, um deles gravemente. Os feridos estão internados nos hospitais Lourenço Jorge, na Barra da Tijuca, e Pedro II, em Santa Cruz. As chamas atingiram o alojamento dos atletas.

O clássico de amanhã, entre Flamengo e Fluminense, foi cancelado. Uma reunião está marcada para esta manhã entre dirigentes dos dois clubes e representantes da televisão detentora dos direitos de transmissão para marcar uma nova data. O presidente do clube, Rodolfo Landin, chegou por volta das 9h30 ao Ninho do Urubu. (Por Vitor Abdala – Repórter da Agência Brasil)

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

três + treze =