Quiosques de acarajé são autuados por ligação clandestina

Quiosques de acarajé estão entre os estabelecimentos autuados e desligados pela Concessionária de energia elétrica (Foto: Divulgação/Coelba)

A Coelba, empresa do Grupo Neoenergia, em parceria com a Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop), realizou, ontem, uma ação de fiscalização e combate ao furto de energia elétrica na Orla de Salvador. No Largo de Itapuã, quatro dos seis quiosques estavam funcionando com ligações clandestinas, dois deles de acarajé. Todos foram autuados e multados, desligados e orientados a normalizar a situação.

No trecho de Piatã, onde atuam muitos vendedores ambulantes, foram encontradas inúmeras irregularidades. Ligações clandestinas, realizadas à revelia, nos postes de iluminação pública, com fios desencapados, atravessando a calçada para chegar até a areia da praia, colocando em risco as pessoas que circulam pelo local. A Semop retirou tomadas e extensões utilizadas para equipamentos de som dos ambulantes

A Coelba reforça que o furto de energia elétrica é crime, previsto no artigo 155 do Código Penal e a pena pode chegar a quatro anos de reclusão. Além de crime, o furto prejudica o fornecimento de energia e representa risco para a segurança da comunidade. Por isso, a empresa ressalta a importância para que a população denuncie, de forma anônima e gratuita, através do 116, pelo site (www.coelba.com.br) ou pelos canais de relacionamento da concessionária.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

dezoito − dezessete =