Hotelaria espera média de ocupação acima de 97% neste Carnaval

Nos hotéis que ficam no circuito da folia e nas proximidades, como Barra, Ondina e Campo Grande, a expectativa é de taxa de ocupação de 100% (Foto: Rita Barreto)

Salvador, a cidade do maior Carnaval de rua do mundo, segundo o Guinness Book, livro dos recordes, já está se preparando para receber os turistas estrangeiros e locais para a folia. O setor hoteleiro está otimista e espera uma movimentação da economia. “Esperamos este ano uma média de ocupação superior ao que foi no ano passado de 97%. Entretanto os hotéis que ficam no circuito e nas proximidades, como Barra, Ondina e Campo Grande a expectativa é de taxa de ocupação de 100%”, afirma Glicério Lemos, presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH-BA)

Com o intuito de movimentar a economia da cidade, a Prefeitura Municipal de Salvador antecipa a festa carnavalesca, com bloquinhos de rua, como o Fuzuê e Furdunço. “A antecipação do Carnaval aumenta a receita de hotéis, bares e restaurantes e gera emprego e renda. Somente este ano o setor hoteleiro espera contratar entre 15% e 20% a mais no número de contratação de mão de obra extra”, acrescenta Lemos.

De acordo com a Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Secult) são esperados cerca de 3,4 milhões de visitantes na capital baiana até março, para uma permanência média de nove dias.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

14 + oito =