BNB repassou R$ 563 mi para micro e pequenas empresas baianas

O valor liberado pelo BNB em 2018 representa aumento de 11% em relação ao ano anterior

O Banco do Nordeste (BNB) financiou mais de R$ 563 milhões para o segmento de micro e pequenas empresas na Bahia em 2018. O valor representa aumento de 11% em relação ao ano anterior. Os setores que mais receberam investimentos foram comércio e serviços e indústria. Com mais de 4,6 mil operações, o BNB injetou, até 24 de dezembro, R$ 439 milhões na economia do Estado para MPEs de comércio e serviços (78% dos recursos). A indústria recebeu investimentos de mais de R$ 78 milhões (14% do total aplicado). Turismo, agricultura, pecuária e agroindústria receberam R$ 18,9 milhões, R$11,6 milhões, R$ 9,6 milhões e R$ 5 milhões, respectivamente.

Os municípios com economia estagnada, de acordo com classificação da Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste (Sudene), receberam 54% do valor investido, o equivalente a R$ 302,7 milhões, em aproximadamente 2.950 operações.

Para o superintendente estadual do BNB da Bahia, José Gomes, o alto percentual de investimento nas áreas de comércio e serviços aponta reaquecimento da economia. “Eles são os maiores demandadores de crédito nesse ano porque são os segmentos de resposta mais imediata, por suas características, na abertura de um novo ciclo de negócios na economia”, analisa.

Crédito para matéria-prima e insumos foi o produto mais procurado pelas MPEs, 41% do total investido no setor, correspondendo a R$ 232 milhões aplicados. Máquinas, veículos e equipamentos representaram 23%, o equivalente a R$ 129 milhões. Foram R$ 120 milhões aplicados em investimento misto (fixo e capital de giro), que correspondem a 21% do total. O percentual restante está distribuído em demais investimentos, custeios, energia solar e outros.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here

doze − oito =